Getty Images

Estou um pouco preocupada com os meus netos, aqueles que ainda não tenho. Sabem aquela teoria de que qualquer dia não temos dedo mindinho no pé, por já não nos ser útil? Bom. Desconfio que, da mesma forma, estas gerações, as que vieram depois da generalização do uso do telemóvel, já tenham os braços maiores. A sério. Já repararam em como tiram selfies sem se contorcerem? Aquilo é pura arte, a forma como conseguem segurar o telefone, esticar o polegar com elastano (ou será o indicador?) e carregar no botão certo (não aquele que faz sair da câmara)? Se antes o desafio era quantas pessoas conseguíamos enfiar num Mini (vá, não havia Netflix), diria que agora será quantos sorrisos cabem num ecrã de telemóvel. Tudo isto com elevada graça e elegância. Não é de menosprezar.

No outro dia, éramos quatro, eu a mais nova – o que diz muito em relação à média de idades – e andámos ali numa ginástica para cabermos todas, infrutífera, porque acabámos por pedir a alguém para tirar a sofrida chapa, que resultou em dois feridos (boca de lado) e dois mortos (olhos fechados). Não se riam. É assunto sério. A arte da coisa não é só conseguir encaixar todas as próteses dentárias do grupo – alinhadores invisíveis, na versão júnior -, é também conseguir resultados de nível profissional.

Colegas de geração, lembram-se de ir às lojas da especialidade tirar fotos tipo passe? Sentávamo-nos no banquinho regulável, num cenário frio e na presença de um senhor fotógrafo cheio de formalidades. Era impossível alguém ficar bem naquelas circunstâncias!

Tínhamos de rodar o tronco ligeiramente para a direita, o rosto ligeiramente para a esquerda e o queixo ligeiramente para cima – indicações hoje comparáveis às que recebo na minha mamografia anual.

As roupas também não ajudavam: além dos Porfírios, na baixa lisboeta, havia a loja de bairro que vendia blusas e papo-secos com o mesmo entusiasmo. E não vamos falar dos penteados. Queridas, antes não havia bobs, havia cabelo à tigela (se lhe tivessem chamado hair bowl, o sorriso nas fotos teria sido muito menos amarelo).  

Durante o verão fui com a minha filha renovar o Cartão de Cidadão. Como era tempo de férias, objetos de estudo jovens não faltavam e, como devem imaginar, tive tempo de sobra para fazer algumas observações empíricas. Tive oportunidade de confirmar o talento natural desta gente para ficar bem nas fotos, mesmo diante de um robot, mesmo perante o desafio extra de permanecerem de frente, a ostentar as orelhas e sem mostrar os dentes. Ok, às vezes não era à primeira. Sim, porque se antes era tipo mug shot, a fotografia tanto podia ser para entrar na escola como para dar entrada na prisão, hoje o digital – e a paciência das pessoas do Espaço Cidadão que testemunhei – permite que se façam vários ensaios e tentativas.

Outra das coisas que constatei é que muitos dos jovens ali presentes, a renovar o CC ou o passaporte, iam viajar. ‘Mas para quê?!’, pensei eu. A pergunta não é despropositada, basta fazer uma visita ao Instagram de qualquer um destes seres de braços gigantes. Os seus álbuns de viagens não são mais do que um conjunto de selfies – boas selfies, é certo – em vez de registos de monumentos e paisagens surpreendentes. Olha eu na Muralha da China, que tanto podia ser no Aqueduto das Águas Livres, não sabem onde estou mas digo-vos o que visto.

Bem, sinto que também precisava de falar sobre as fotos de elevador mas isso é todo um novo capítulo.

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Peugeot melhora condições de garantia para todos os 100% elétricos

Peugeot melhora condições de garantia para todos os 100% elétricos

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

The Largo, no Porto: Uma casa na cidade

The Largo, no Porto: Uma casa na cidade

Transparência do

Transparência do "look" de Bella Hadid dá que falar na passadeira vermelha de Cannes

Tal como o pai, a princesa Leonor recebe o título de Filha Adotiva de Saragoça

Tal como o pai, a princesa Leonor recebe o título de Filha Adotiva de Saragoça

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Humor e irreverência em iluminação

Humor e irreverência em iluminação

Está quase a chegar a festa final de 'Miúdos a Votos!'

Está quase a chegar a festa final de 'Miúdos a Votos!'

“Senhora do Mar”: Manuel revela a Joana que tem um filho com Teresa

“Senhora do Mar”: Manuel revela a Joana que tem um filho com Teresa

A Biblioteca de Autores Portuenses abriu numa escola onde todos podem entrar

A Biblioteca de Autores Portuenses abriu numa escola onde todos podem entrar

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Em Cannes também

Em Cannes também "desfilou" o amor

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

AI Act: Europa dá 'luz verde' final à legislação sobre Inteligência Artificial

AI Act: Europa dá 'luz verde' final à legislação sobre Inteligência Artificial

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Letizia e Felipe VI celebram 20.º aniversário de casamento

Letizia e Felipe VI celebram 20.º aniversário de casamento

Os dois alpinistas desaparecidos há 100 anos no Everest chegaram ao topo? E o que lhes aconteceu? Investigador acredita ter resolvido o mistério com base em dados meteorológicos

Os dois alpinistas desaparecidos há 100 anos no Everest chegaram ao topo? E o que lhes aconteceu? Investigador acredita ter resolvido o mistério com base em dados meteorológicos

Eduardo Sá:

Eduardo Sá: "Corremos o risco de criar adolescentes polarizados e racistas - e andamos distraídos com isso"

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Ana Cristina Silva - Pensar como o Marquês de Pombal

Ana Cristina Silva - Pensar como o Marquês de Pombal

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

Novas regras nas transferências bancárias: O que mudou

Novas regras nas transferências bancárias: O que mudou

Romantismo na passadeira vermelha de Cannes

Romantismo na passadeira vermelha de Cannes

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

IndieLisboa: 7 filmes a não perder no festival de cinema

IndieLisboa: 7 filmes a não perder no festival de cinema

HP All in One 27-cr0000np em teste: Trabalhar sem complicações

HP All in One 27-cr0000np em teste: Trabalhar sem complicações

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

O segredo dos vasos decorativos

O segredo dos vasos decorativos

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Auditoras falharam a identificar 75% dos colapsos de empresas

Auditoras falharam a identificar 75% dos colapsos de empresas

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

Elisabete rejeita Francisco mal o conhece em “Casados à Primeira Vista”

Elisabete rejeita Francisco mal o conhece em “Casados à Primeira Vista”

Há mar e mar, há ser e há proclamar

Há mar e mar, há ser e há proclamar

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

São estes os concorrentes de

São estes os concorrentes de "Congela" o novo concurso da TVI

“Eh Lá Fora!”

“Eh Lá Fora!”

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Charlotte Casiraghi e Beatrice Borromeo apaixonadas pelo mesmo estilo de vestido

Charlotte Casiraghi e Beatrice Borromeo apaixonadas pelo mesmo estilo de vestido

Flipper Zero: Conheça o gadget dos hackers

Flipper Zero: Conheça o gadget dos hackers

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites