Como ultrapassar a "tristeza branca" no Natal
Foto: Pexels /  Leeloo Thefirst

A tristeza do Natal, o sentimento de melancolia, pode afetar todos. Na maioria dos casos, o chamado “Christmas blues” não é considerado uma entidade clínica significativa. Pode ser comparada a outras síndromes , como a síndrome pós-férias. Por si só, a tristeza natalícia não seria um problema, mas pode ser um indicador de que alguém está a passar por um mau momento.

Sintomas que incluem evitar eventos sociais, irritabilidade e sentimentos e emoções devastadores, tendência para se isolar ou problemas com substâncias que causam dependência são de alerta.

Embora a tristeza das festas partilhe sintomas comuns com a depressão, esta distingue-se pela temporalidade e pela relação direta com as festividades. A pressão social e o sentimento de rejeição associados às celebrações são características únicas que podem fazer a diferença na forma como é abordada e compreendida.

O excesso de comercialização e a competição para ter as festas mais espectaculares podem contribuir para o desconforto. A pressão dos consumidores, desde a compra de presentes à organização de eventos, transformou a essência do Natal em algo mais comercial do que espiritual. Esta mudança pode fazer com que aqueles que não se sentem à vontade com esta dinâmica se sintam ainda mais deslocados.

A tristeza das festas não discrimina e pode afetar qualquer pessoa, mas há grupos que parecem ser mais vulneráveis. Tipicamente, identificam-se três grupos de pessoas que podem sentir maior tristeza durante o Natal.

Pessoas com problemas pré-existentes: quem já sofre de depressão ou ansiedade pode sentir-se ainda pior devido à pressão associada à celebração das festas. A necessidade de interagir mais com os outros e a falta de vontade podem contribuir para a deterioração emocional.

Pessoas que sofreram perdas recentes: neste grupo incluem-se as pessoas que sofreram a morte de um ente querido, a rutura de uma relação ou que têm filhos a estudar fora e não poderão reunir-se no Natal. O sentimento de ausência, especialmente na véspera de Natal, pode dificultar a adaptação a essas ausências e provocar tristeza.

Pessoas que não gostam do Natal: Há um terceiro grupo de pessoas que simplesmente não gostam do Natal. Embora esta preferência seja tão legítima como qualquer outra, a pressão social para celebrar as festas, participar em eventos e convívios, bem como nas refeições da empresa, pode deixar estas pessoas pouco à vontade. Por conseguinte, é provável que as pessoas que não apreciam diretamente o Natal sejam as que experimentam dificuldades emocionais durante esta época.

Estratégias para evitar a tristeza das festas

Existem técnicas para lidar com a pressão social e participar na alegria do Natal quando, internamente, não se partilha o mesmo sentimento:

Mude o seu ambiente: optar por ir para outro sítio durante as férias é uma estratégia altamente eficaz. Muitas pessoas optam por aproveitar as férias para ir à neve ou fazer uma viagem, evitando assim participar em celebrações que não lhes agradam. Esta opção é cada vez mais aceite socialmente, uma vez que as férias oferecem uma variedade de formas de celebração que se adequam a diferentes preferências.

Estabelecer níveis de participação: é essencial estabelecer o nível de participação que consideramos mais adequado, compreendendo que nem a participação total nem a não-participação são a opção ideal. O planeamento envolve a escolha selectiva de eventos e o esforço para manter uma atitude positiva durante o tempo em que optarmos por participar. A chave é encontrar um equilíbrio que evite os extremos, nem o desmancha-prazeres, nem a dissimulação excessiva.

Foco no significado pessoal: reconhecer que as festividades podem ter significado quando partilhadas com crianças ou pessoas mais velhas que podem não estar presentes em futuros Natais. Cuidar destes grupos, partilhar o entusiasmo com as crianças mais novas ou desfrutar da companhia dos entes queridos mais velhos pode proporcionar um objetivo para além do seu próprio desconforto, aliviando assim o sentimento de obrigação.

Generosidade e preocupação com os outros: A generosidade e a preocupação com os outros podem ser elementos que aliviam o desconforto durante esta época do ano. Fazer algo pelos outros, quer seja ajudar na preparação das celebrações ou partilhar momentos com aqueles de quem gostamos, pode atenuar o desconforto pessoal.

Participe ao seu ritmo: não é necessário participar com o mesmo entusiasmo que aqueles que vêem estas festividades como a melhor altura do ano. É importante lembrar que todos temos os nossos momentos e não há obrigação de igualar o entusiasmo dos outros. É aconselhável estabelecer um nível de participação que se sinta confortável.

Gerir a força e o tempo: é fundamental selecionar cuidadosamente os momentos e as formas de participação. É preferível ir durante algumas horas e voltar noutra altura do que sujeitar-se a estar presente todos os dias, sem descanso, e sentir-se cada vez menos capaz de participar ativamente. A gestão das forças e do tempo é essencial para preservar o bem-estar pessoal.

Como ultrapassar a “tristeza branca” no Natal
Como ultrapassar a “tristeza branca” no Natal
Como ultrapassar a “tristeza branca” no Natal

Como ultrapassar a “tristeza branca” no Natal

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Esplanada, comida asiática e preços democráticos no Street Chow

Esplanada, comida asiática e preços democráticos no Street Chow

Maria Cerqueira Gomes vive experiência enriquecedora na Suíça

Maria Cerqueira Gomes vive experiência enriquecedora na Suíça

Kate Winslet brinca às ditaduras na nova série

Kate Winslet brinca às ditaduras na nova série "O Regime"

Venha conhecer o BYD Seal U

Venha conhecer o BYD Seal U

Xiaomi Redmi Note 13 Pro+: topo de gama

Xiaomi Redmi Note 13 Pro+: topo de gama

Cristina Ferreira toma decisão quanto a voltar a ser mãe

Cristina Ferreira toma decisão quanto a voltar a ser mãe

Inflação abranda menos que o esperado e dá argumentos ao BCE para adiar a descida de juros

Inflação abranda menos que o esperado e dá argumentos ao BCE para adiar a descida de juros

Receita de Bolas de Berlim no forno (sem óleo), por Mafalda Agante

Receita de Bolas de Berlim no forno (sem óleo), por Mafalda Agante

Os gráficos que mostram a evolução das eleições legislativas em 50 anos de democracia

Os gráficos que mostram a evolução das eleições legislativas em 50 anos de democracia

Figure: A empresa de robôs humanoides na mira da Microsoft, OpenAI e Nvidia

Figure: A empresa de robôs humanoides na mira da Microsoft, OpenAI e Nvidia

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Avozinha Gangster’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Avozinha Gangster’

Em “Cacau”: Tiago espanca Salomão

Em “Cacau”: Tiago espanca Salomão

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

VOLT Live: o futuro da Miio segundo a sua CEO, Daniela Simões

VOLT Live: o futuro da Miio segundo a sua CEO, Daniela Simões

Nicolas Schmit nomeado o candidato dos socialistas para presidir à Comissão Europeia

Nicolas Schmit nomeado o candidato dos socialistas para presidir à Comissão Europeia

238 casos de Mpox detetados em Portugal desde junho de 2023

238 casos de Mpox detetados em Portugal desde junho de 2023

Estado social atingiu o seu pior momento desde o 25 de Abril

Estado social atingiu o seu pior momento desde o 25 de Abril

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Magia na Pandemia’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Magia na Pandemia’

Conservação da Natureza desenvolve tecnologia para reduzir atropelamento de linces

Conservação da Natureza desenvolve tecnologia para reduzir atropelamento de linces

Como uma tag pode ajudar a salvar vidas

Como uma tag pode ajudar a salvar vidas

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Economia circular: Porquê criar do zero quando se podem potenciar negócios já existentes?

Economia circular: Porquê criar do zero quando se podem potenciar negócios já existentes?

Novo Dacia Spring: mais por menos

Novo Dacia Spring: mais por menos

Xiaomi 14  em teste: Estilo e substância

Xiaomi 14 em teste: Estilo e substância

Poesia e estranheza

Poesia e estranheza

Quando a cantiga foi uma arma

Quando a cantiga foi uma arma

Afinal, existem dois tipos de cancro da próstata - e saber isso pode fazer uma diferença radical nos tratamentos

Afinal, existem dois tipos de cancro da próstata - e saber isso pode fazer uma diferença radical nos tratamentos

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Porque é que os portugueses não conseguem comprar casa

Porque é que os portugueses não conseguem comprar casa

CDU dramatiza voto entre quem quer desmantelar e quem quer salvar o SNS

CDU dramatiza voto entre quem quer desmantelar e quem quer salvar o SNS

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Amor e Gelato’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Amor e Gelato’

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

Famosos no desfile By Santana Pires

Famosos no desfile By Santana Pires

Pintar a casa: quatro erros que deve evitar

Pintar a casa: quatro erros que deve evitar

Georgina e os filhos deslumbrados com a Disneyland Paris

Georgina e os filhos deslumbrados com a Disneyland Paris

Saccharum Resort, na terra do ouro branco

Saccharum Resort, na terra do ouro branco

Mineiros da Panasqueira em greve de 14 a 28 de março

Mineiros da Panasqueira em greve de 14 a 28 de março

Caras Decoração de fevereiro: tranquilidade e aconchego em primeiro lugar

Caras Decoração de fevereiro: tranquilidade e aconchego em primeiro lugar

Breve história da maquilhagem

Breve história da maquilhagem

Em “Senhora do Mar”: Pedro chama Abel de assassino e Maria vê tudo

Em “Senhora do Mar”: Pedro chama Abel de assassino e Maria vê tudo

Sobrinhas gémeas da princesa Diana fazem furor na semana de moda de Milão

Sobrinhas gémeas da princesa Diana fazem furor na semana de moda de Milão

Kelly Bailey comenta a aquisição da nova habitação milionária: “Precisávamos de uma casa maior”. Veja as imagens!

Kelly Bailey comenta a aquisição da nova habitação milionária: “Precisávamos de uma casa maior”. Veja as imagens!

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites