A incrível história da Shein

A incrível história da Shein

Desde a venda de vestidos de noiva até à tentativa de derrubar a Inditex, a história da Shein que revolucionou a moda mundial .

Chris Xu, o misterioso fundador e diretor executivo da Shein, não sabia nada sobre moda quando fundou a Shein há 15 anos, mas previu o que a geração Z queria. Agora, quer abrir o capital.

A Shein, o gigante da fast fashion mais popular dos últimos anos, iniciou o processo de abertura de capital nos Estados Unidos. Com uma avaliação que deverá ultrapassar os 80.000 milhões de euros, dois terços do que vale atualmente a Inditex, de Marta Ortega. Nada mau para uma empresa que começou por vender vestidos de noiva da China para o mundo, e que em 2022 se tornou na marca de moda mais procurada do planeta. Tudo um reconhecimento da profissão original do seu fundador e CEO, o esquivo Chris Xu: especialista em SEO, os responsáveis por colocar páginas entre os primeiros resultados das nossas pesquisas no Google.

Xu nasceu Xu Yangtian e surge num dos momentos mais delicados para a marca, cujo sucesso entre a geração Z e o seu apogeu no Ocidente lhe valeu adversários poderosos. Se o bilionário fundador da Shein tem algo em comum com o homem mais rico de Espanha, Amancio Ortega, fundador da Zara, não é a moda: é a obsessão pela privacidade.

No caso de Xu, o desconhecimento sobre a sua vida era tal que, durante anos, circularam várias versões diferentes da sua existência. Umas vezes era cidadão americano, outras chinês, ao ponto de a Shein ter tido de anunciar que Xu era cidadão chinês, um marco para uma empresa cuja cronologia oficial nem sequer nomeia o fundador e os seus sócios originais.

A biografia atual, mais ou menos fiável, é que Xu tem 39 anos, nasceu na China e é um empreendedor precoce. Terminou a escola em 2007 e um ano depois, aos 24 anos, começou a trabalhar numa empresa de marketing, ao mesmo tempo que dava os primeiros passos do que viria a ser a Shein, que evoluiu com os conhecimentos de Xu. A ideia original era aproveitar a procura internacional de produtos chineses, que foi sendo aperfeiçoada através de sucessivos estudos de mercado até chegarem a um facto chocante: há muita gente disposta a comprar vestidos de noiva da China a bom preço. Este foi o primeiro passo de Xu na moda, quando a empresa ainda se chamava SheInside e o seu único interesse era o comércio eletrónico.

Os “quatro fundadores”, como a Shein chama a Xu e à sua equipa mais próxima – Molly Miao, atual directora de operações; Ren Xiaoqing, responsável pelo sourcing global; e Gu Xiaoqing, que atualmente não ocupa qualquer posição no organigrama- decidiram expandir o negócio. Começaram por tentar a sorte com a venda, como intermediários, de moda feminina para além dos vestidos de noiva e, finalmente, deram o salto do comércio eletrónico para a produção interna: a mudança da SheInside para a marca Shein, em 2012.

Nessa altura, a Shein já estava presente em grande parte do mundo, incluindo Portugal. Faltavam ainda dois passos. O primeiro, a produção em massa e barata (a Shein chegou a ter meio milhão de referências) de roupas de acordo com as tendências do momento. Esta é a grande obsessão do grupo: se as suas primeiras grandes contratações foram ex-funcionários do eBay, do PayPal e de outras plataformas fintech para afinar uma aplicação e um site desenhados ao milímetro para facilitar o processo de compra. Ultimamente, os investimentos na moda têm sido acompanhados pelos mesmos em Inteligência Artificial (IA), para captar instantaneamente o que está – ou estará – na moda e conseguir colocar uma peça de roupa na loja em 72 horas. Por outras palavras, o modelo da Zara elevado ao TikTok.

E a segunda tem muito a ver com esse TikTok que hoje é quase sinónimo das suas roupas. Já em 2016, um ano depois de terem lançado um programa para jovens designers que hoje se estende por três continentes e que levaram à passerelle de Paris, a Shein tinha consciência de que ter lojas é bom desde que se saiba que a montra é a Internet. Na altura, por exemplo, a marca já estava a começar a oferecer roupas a bloggers, instagrammers e outros influenciadores para encontrarem uma presença online. Na altura, afirmavam que a Shein seria “o maior guarda-roupa online do mundo em três anos”.

A previsão era quase exacta: a marca estava a crescer de forma imparável, mas a pandemia de 2020 viu-a explodir de uma avaliação de 15 mil milhões de dólares para 60 mil milhões de dólares num ano, para 100 mil milhões de dólares em dois e daí para os actuais 90 mil milhões de dólares. Os actuais 90 mil milhões de dólares que pretendem obter na futura estreia na bolsa (e que deixariam Xu, que se estima possuir um terço da empresa, com uma fortuna de 27,5 mil milhões de euros), prometem a uma Wall Street desconfiada que podem trazer de novo a esperança a um pregão em baixa, onde nenhuma das últimas chegadas correspondeu às expectativas. É uma coincidência curiosa o facto de a avaliação da empresa de fast fashion que melhor compreendeu a Internet e a revolução da IA ser a mesma que Sam Altman procurou para a OpenAI há algumas semanas.

A incrível história da Shein

A incrível história da Shein

A incrível história da Shein

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

15 dicas para poupar combustível

15 dicas para poupar combustível

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘A Fada Oriana’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘A Fada Oriana’

Em “Cacau”: Cacau decide investigar o paradeiro de Chiquinha

Em “Cacau”: Cacau decide investigar o paradeiro de Chiquinha

Junte-se ao webinar

Junte-se ao webinar "Prevenção e a gestão do risco como chave da eficiência do negócio"

O outono/inverno 2024/2025 de Dolce & Gabbana inspirado no estilo

O outono/inverno 2024/2025 de Dolce & Gabbana inspirado no estilo "Mob Wife"

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Corpo encontrado hoje em Lisboa é o de mulher desaparecida em dezembro de hospital

Corpo encontrado hoje em Lisboa é o de mulher desaparecida em dezembro de hospital

Inspire-se no

Inspire-se no "look" de Meghan Markle

Família de Mário Soares acarinhada na antestreia de filme sobre o político

Família de Mário Soares acarinhada na antestreia de filme sobre o político

Fundos Comunitários: Celeridade do Estado é vital para setor empresarial

Fundos Comunitários: Celeridade do Estado é vital para setor empresarial

Kelly Bailey comenta a aquisição da nova habitação milionária: “Precisávamos de uma casa maior”. Veja as imagens!

Kelly Bailey comenta a aquisição da nova habitação milionária: “Precisávamos de uma casa maior”. Veja as imagens!

Inspire-se no

Inspire-se no "look" de Meghan Markle

Novo Dacia Spring: mais por menos

Novo Dacia Spring: mais por menos

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

Os Incoerentes: a história de movimento artístico à frente do seu tempo

Os Incoerentes: a história de movimento artístico à frente do seu tempo

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

Francisco Monteiro e Márcia Soares voltam à TVI e fazem comunicado

Francisco Monteiro e Márcia Soares voltam à TVI e fazem comunicado

Xiaomi 14 reforça aposta na fotografia com toque Leica

Xiaomi 14 reforça aposta na fotografia com toque Leica

A Interdecoração está de volta à Exponor

A Interdecoração está de volta à Exponor

Encha a casa de verde, inspire-se na Natureza

Encha a casa de verde, inspire-se na Natureza

Seis desafios na gestão da inovação em PME

Seis desafios na gestão da inovação em PME

Livro da semana: 'Mas eu vi um...'

Livro da semana: 'Mas eu vi um...'

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

Vídeo: Fazer filmes para apelar ao voto

Vídeo: Fazer filmes para apelar ao voto

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da "passerelle" em Milão

Estudo identifica diferenças concretas entre cérebro feminino e masculino

Estudo identifica diferenças concretas entre cérebro feminino e masculino

Honor lança Magic Pro 6, smartphone com Inteligência Artificial avançada

Honor lança Magic Pro 6, smartphone com Inteligência Artificial avançada

Em

Em "A Sala dos Professores", o realizador Ilker Çatak mostra uma escola da vida real

Prostituta, irmão problemático, avó e frouxo entram num debate e...

Prostituta, irmão problemático, avó e frouxo entram num debate e...

Artur Jorge despede-se da filha, Francisca

Artur Jorge despede-se da filha, Francisca

Tesla Model 3 'Highland' em teste: Este carro devia ser mais caro…

Tesla Model 3 'Highland' em teste: Este carro devia ser mais caro…

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Filipe I de Portugal, por fim

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Filipe I de Portugal, por fim

A história da imagem que valeu a Nuno Sá o prémio de Fotógrafo de Conservação do Ano em concurso britânico

A história da imagem que valeu a Nuno Sá o prémio de Fotógrafo de Conservação do Ano em concurso britânico

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Tumo, uma nova experiência educativa nas tecnologias criativas

Tumo, uma nova experiência educativa nas tecnologias criativas

“A Madrugada que Eu Esperava”: Novas canções de Abril no Teatro Maria Matos

“A Madrugada que Eu Esperava”: Novas canções de Abril no Teatro Maria Matos

Estão a ser plantadas as árvores erradas em África - e isso ameaça os ecossistemas

Estão a ser plantadas as árvores erradas em África - e isso ameaça os ecossistemas

Consumo urbano de água em janeiro no Algarve sobe 4,6% face a 2023

Consumo urbano de água em janeiro no Algarve sobe 4,6% face a 2023

A armadilha da felicidade: Por que nos sentimos mal quando tudo corre bem?

A armadilha da felicidade: Por que nos sentimos mal quando tudo corre bem?

Brinquedos didáticos, livres e que estimulem a criatividade. Onde? Na Color Square

Brinquedos didáticos, livres e que estimulem a criatividade. Onde? Na Color Square

Portugal visto pelos estrangeiros

Portugal visto pelos estrangeiros

Doentes dos Hospitais de Coimbra começaram hoje a votar

Doentes dos Hospitais de Coimbra começaram hoje a votar

Juan Vicente Piqueras, Caçador de instantes

Juan Vicente Piqueras, Caçador de instantes

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites