Foto: Pexels

O dia 16 de setembro marca, para sempre, o início de uma revolta e de uma luta no Irão que ultrapassa fronteiras, credos e géneros. E o seu símbolo máximo é, inevitavelmente, Mahsa Amini, a jovem de 21 anos que passeava por Teerão quando foi presa pela Polícia da Moral por se ver a franja debaixo do véu. Mahsa acabou por morrer, depois de ter sido violentamente agredida pelos agentes da moral e bons costumes do regime iraniano.

Desde esse dia que os protestos nas ruas do Irão se proliferaram, numa luta que começou por ser encabeçada pelas mulheres, mas que rapidamente se propagou a todos os que desejam a liberdade. Porque é de liberdade que se faz esta revolta. E de direitos humanos básicos.

Não se trata apenas da obrigação do uso do véu. Trata-se da necessidade de reconhecimento, por parte de um regime fundamentalista, de que a mulher tem exatamente o mesmo valor e os mesmos direitos do que os homens. Ora, desde os anos 70, com a ascensão de Komeyny ao poder, que as mulheres no Irão viram todos os seus direitos alienados, tendo passado a viver sob custódia dos homens – o que implica, por exemplo, os homens poderem ter relações sexuais com as mulheres quando eles assim o entenderem e o dever generalizado de obediência por parte da mulher, em qualquer circunstância.

Dois meses depois de protestos diários, já morreram, pelo menos, 426 pessoas e mais de 17.400 foram detidas, segundo dados dos Human Rights Activists in Iran. Números que vão continuar a aumentar, sobretudo depois do regime ter decretado a pena de morte para os manifestantes, numa tentativa de intimidação. Para já, há notícias confirmadas de seis condenações à morte, sendo que ontem, dia 21, a resposta das forças da ordem escalou quando dispararam artilharia pesada sobre manifestantes, durante o funeral de duas vítimas destes protestos.

A seleção de futebol do Irão já marcou a sua posição, no primeiro jogo do Mundial, ao permanecer em silêncio durante o hino do seu país. Também muitas figuras públicas iranianas têm mostrado o seu apoio a esta luta. Duas atrizes muito conhecidas no Irão – Hengameh Ghaziani e Katayoun Riahi – foram detidas por apoiarem publicamente estes protestos.

Em Portugal, também muitas vozes se levantaram a favor desta causa. Ao site da ACTIVA, Marisa Liz mostrou o que sente num momento onde o medo foi vencido pela coragem feminina: “O meu coração está com todas as mulheres que não têm direito aos seus direitos. O meu coração está e estará com todos os que não podem ser livres. Utilizarei o meu trabalho e a minha voz para lutar pela liberdade e pela paz, sempre! Lutarei até que a voz me doa. Lutarei sem voz, lutarei com o que tiver. Mas não irei parar nunca”, sublinhou a cantora. Numa publicação no Instagram, também Isabel Moreira falou de força:

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Em Tavira, uma casa senhorial dá origem a um equilíbrio de contrastes

Em Tavira, uma casa senhorial dá origem a um equilíbrio de contrastes

A diversidade e a necessidade de “rebentar a bolha”

A diversidade e a necessidade de “rebentar a bolha”

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

NÃO ME MAGOAS MAIS

NÃO ME MAGOAS MAIS

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Pap’Açorda: Muito mais do que um restaurante

Pap’Açorda: Muito mais do que um restaurante

Criado gel capaz de reduzir os níveis de álcool no sangue até 50% em cinco horas

Criado gel capaz de reduzir os níveis de álcool no sangue até 50% em cinco horas

Humor e irreverência em iluminação

Humor e irreverência em iluminação

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

Em Cannes, Naomi Campbell deslumbra com o mesmo vestido Chanel com o qual desfilou em 1996

Em Cannes, Naomi Campbell deslumbra com o mesmo vestido Chanel com o qual desfilou em 1996

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

Público rendido ao encontro de Mariana e Elson:

Público rendido ao encontro de Mariana e Elson: "Teve faísca"

"A Minha Família Afegã": Um filme de animação que nos traz histórias reais de universos distantes

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Motorola lança novas tecnologias para equipas de socorro

Motorola lança novas tecnologias para equipas de socorro

MAI apela à limpeza dos terrenos rurais

MAI apela à limpeza dos terrenos rurais

OMS atualiza lista de bactérias que ameaçam saúde humana por resistirem aos antibióticos

OMS atualiza lista de bactérias que ameaçam saúde humana por resistirem aos antibióticos

Quem é que estava na entrada e autorizou a menina a sair?

Quem é que estava na entrada e autorizou a menina a sair?

As escolhas das celebridades na passadeira vermelha no segundo dia de Cannes

As escolhas das celebridades na passadeira vermelha no segundo dia de Cannes

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

As elegantes escolhas de Mary da Dinamarca na visita à Noruega

As elegantes escolhas de Mary da Dinamarca na visita à Noruega

A lição de estilo de Jane Fonda, de 86 anos, em Cannes

A lição de estilo de Jane Fonda, de 86 anos, em Cannes

Alberto do Mónaco agraciado por Emmanuel Macron

Alberto do Mónaco agraciado por Emmanuel Macron

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

Muito sal pode aumentar em mais de 40% a probabilidade de desenvolver cancro do estômago

Muito sal pode aumentar em mais de 40% a probabilidade de desenvolver cancro do estômago

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

“Eh Lá Fora!”

“Eh Lá Fora!”

14 ideias para fazer no Dia Internacional e Noite dos Museus

14 ideias para fazer no Dia Internacional e Noite dos Museus

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

Veja as melhores imagens da conferência Girl Talk 2024

Veja as melhores imagens da conferência Girl Talk 2024

Estudo liderado pela Universidade de Coimbra destacado na revista Scientific American

Estudo liderado pela Universidade de Coimbra destacado na revista Scientific American

Tâmara Castelo: divulgadas novas fotos do seu casamento

Tâmara Castelo: divulgadas novas fotos do seu casamento

Tesla continua a dominar vendas de elétricos em Portugal

Tesla continua a dominar vendas de elétricos em Portugal

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Caso do menino nepalês de 9 anos “vítima de linchamento” numa escola de Lisboa. O que se sabe até ao momento?

Caso do menino nepalês de 9 anos “vítima de linchamento” numa escola de Lisboa. O que se sabe até ao momento?

Vida lá fora: já tem o seu chapéu de sol?

Vida lá fora: já tem o seu chapéu de sol?

Em lágrimas Catarina Miranda revela que quis desistir antes da expulsão

Em lágrimas Catarina Miranda revela que quis desistir antes da expulsão

ONDE A MAGIA ACONTECE

ONDE A MAGIA ACONTECE

Em “Cacau”: Marco apanha Cacau aos beijos com Tiago e maltrata-a

Em “Cacau”: Marco apanha Cacau aos beijos com Tiago e maltrata-a

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

Pedro Cabrita Reis, 50 anos depois. Uma exposição para mergulhar no caos criativo do artista

Pedro Cabrita Reis, 50 anos depois. Uma exposição para mergulhar no caos criativo do artista

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites