Como é tradicional, na passagem do calendário para um novo ano, fazemos o balanço do que se passou antes e formulamos os nossos desejos, quer pessoais, quer profissionais, para o próximo ano.

A Sociedade Portuguesa de Medicina Interna e o conjunto dos Internistas do País não são exceção e querem, sobretudo, mudar.

O final do ano de 2023 e o início de 2024 foram duros para a população, para o SNS no geral e para a Medicina Interna em particular. Sabemos que tudo está em mudança e há necessidade de inovar e trilhar caminhos seguros.

Os médicos têm apontado as múltiplas desconformidades do sistema, de que são exemplos: a relevância dos novos objetivos e prioridades da classe médica face à profissão, com foco nos horários e condições de trabalho; a constituição de pequenos núcleos sem comunicação entre si em que o sistema de saúde se tem transformado, fragilizando o SNS pois o ambulatório tem ficado em segundo plano e o serviço de urgência é a porta principal de acesso para os doentes, neste caso uma urgência hospitalar suportada pela Medicina Interna e pelas horas extraordinárias que os médicos têm de cumprir; a falta crónica de recursos humanos a todos os níveis assistenciais e em todos os grupos dos profissionais de saúde sabendo-se que, no que diz respeito aos médicos, isso condiciona o excesso de horas de trabalho; a falta de reconhecimento aos profissionais; as tarefas não clínicas como fonte de desgaste e desmotivação; a escassez de recursos tecnológicos no SNS em que muitos hospitais possuem  equipamentos já obsoletos ou degradados e, nos cuidados primários, a impossibilidade de recorrer a meios complementares de diagnóstico em tempo útil; sistemas informáticos lentos e de difícil operacionalidade entre si e, sobretudo,  a falta de visão para o futuro por parte das tutelas e mesmo de alguns órgãos dirigentes dos diversos grupos de profissionais de saúde, com a ausência de planificação a médio e longo prazo. A tónica tem sido resolver os problemas por reação, sem os antecipar e planear estratégias.

Os Internistas estão ao lado dos seus doentes e continuam a gostar da sua profissão e da sua especialidade embora estejam desanimados por não vislumbrarem a vontade de mudança.

No mês de dezembro de 2023, mês em que se comemora sempre o “mês da medicina interna”, a SPMI celebrou os seus 72 anos. Trinta e um Internistas, ao longo dos 31 dias desse mês, expressaram o que sentem que é a sua especialidade. Não houve uma única expressão de desalento. Todos manifestaram a sua alegria por serem internistas, apesar das adversidades que, afinal, se podem transformar em desafios. Todos convergiram, com frases de que se extraem alguns excertos como realçando a exigência, a necessidade de dedicação mas, também, o quanto esta especialidade é gratificante, versátil e uma “arte” porque utiliza o raciocínio clínico na sua maior abrangência, junta as peças para dar sentido aos problemas clínicos e humanos, olha a plenitude multiorgânica, exerce em equipa como maestro da complexidade e consegue surpreender cada um todos os dias apesar da muita responsabilidade e do desafio de ser, realmente, o internista, o médico completo.

O nosso maior desejo é que o SNS encontre o seu rumo e persiga objetivos concretos centrados nos doentes. Continuamos, como no ano passado, com esperança de mudanças estruturais na Saúde, esperança na recuperação do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e, mais importante, esperança de melhoria da qualidade assistencial à população com melhor acesso aos cuidados.

Os internistas mantêm o seu compromisso de estar presentes para colaborar na recuperação do SNS e no apoio à comunidade.

A SPMI deseja a todos um excelente Ano Novo!

Os textos nesta secção refletem a opinião pessoal dos autores. Não representam a ACTIVA nem espelham o seu posicionamento editorial.

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Em “Senhora do Mar”: Alex é espancado e Paula descobre toda a verdade

Em “Senhora do Mar”: Alex é espancado e Paula descobre toda a verdade

Vítor Matos é o chefe que mais brilha no Guia Michelin Portugal

Vítor Matos é o chefe que mais brilha no Guia Michelin Portugal

"O Chega copia matérias e campanhas do ADN. Estamos a ser roubados por quem tem mais poder"

Rainha Camilla preside à homenagem a Constantino II da Grécia, que reuniu a realeza em Londres

Rainha Camilla preside à homenagem a Constantino II da Grécia, que reuniu a realeza em Londres

Giorgio Armani propõe veludo, flores e infuências orientais para o próximo inverno

Giorgio Armani propõe veludo, flores e infuências orientais para o próximo inverno

Portugal visto pelos estrangeiros

Portugal visto pelos estrangeiros

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Celebridades assistem ao regresso da Dior às origens

Celebridades assistem ao regresso da Dior às origens

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

Vídeo mostra evolução da construção da cidade futurista The Line, na Arábia Saudita

Vídeo mostra evolução da construção da cidade futurista The Line, na Arábia Saudita

Indiferentes às polémicas, Letizia e Felipe VI cúmplices e apaixonados em Londres

Indiferentes às polémicas, Letizia e Felipe VI cúmplices e apaixonados em Londres

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

Conforto e muita luz, num apartamento em São Paulo, Brasil

Conforto e muita luz, num apartamento em São Paulo, Brasil

Giorgio Armani propõe veludo, flores e infuências orientais para o próximo inverno

Giorgio Armani propõe veludo, flores e infuências orientais para o próximo inverno

Bosch e Microsoft querem usar IA para tornar estradas mais seguras

Bosch e Microsoft querem usar IA para tornar estradas mais seguras

Na Escola Básica da Mata canta-se a liberdade!

Na Escola Básica da Mata canta-se a liberdade!

Novo Dacia Spring: mais por menos

Novo Dacia Spring: mais por menos

A dieta que afugenta a apneia do sono

A dieta que afugenta a apneia do sono

CDU contesta fim de cirurgias ao cancro da mama em várias unidades de saúde

CDU contesta fim de cirurgias ao cancro da mama em várias unidades de saúde

Filha do diretor de comunicação do FC Porto foi obrigada a fazer exame físico em vez de psicológico. Um

Filha do diretor de comunicação do FC Porto foi obrigada a fazer exame físico em vez de psicológico. Um "lapso", diz MP

Lucros da EDP Renováveis caíram para 513 ME em 2023

Lucros da EDP Renováveis caíram para 513 ME em 2023

Em “Senhora do Mar”: Manuel revela a sua paixão a Joana

Em “Senhora do Mar”: Manuel revela a sua paixão a Joana

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

Manuel Luís Goucha volta à RTP para reviver dupla com Sónia Araújo

Manuel Luís Goucha volta à RTP para reviver dupla com Sónia Araújo

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da "passerelle" em Milão

Breve história da maquilhagem

Breve história da maquilhagem

Atualização de software da Tesla corrige problemas de bateria no frio extremo

Atualização de software da Tesla corrige problemas de bateria no frio extremo

A transformação no segmento do Renting & Frotas

A transformação no segmento do Renting & Frotas

De Madalena Palmeirim a Ty Segall: Quatro discos novos, colheita de 2024

De Madalena Palmeirim a Ty Segall: Quatro discos novos, colheita de 2024

Portugal integra projeto para aproveitar hidrogénio verde para transportes públicos

Portugal integra projeto para aproveitar hidrogénio verde para transportes públicos

'O Principezinho': um livro que fica na memória

'O Principezinho': um livro que fica na memória

Encha a casa de verde, inspire-se na Natureza

Encha a casa de verde, inspire-se na Natureza

Exame de março: A economia que Pedro Nuno Santos e Luís Montenegro querem para Portugal

Exame de março: A economia que Pedro Nuno Santos e Luís Montenegro querem para Portugal

Juan Vicente Piqueras, Caçador de instantes

Juan Vicente Piqueras, Caçador de instantes

Esplanada, comida asiática e preços democráticos no Street Chow

Esplanada, comida asiática e preços democráticos no Street Chow

Eficiência de recursos: a encruzilhada dos serviços alimentares

Eficiência de recursos: a encruzilhada dos serviços alimentares

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

Von der Leyen quer

Von der Leyen quer "decisões audazes e coragem política" para defesa europeia

Crédito Habitação com taxa mista: o que podemos esperar?

Crédito Habitação com taxa mista: o que podemos esperar?

Sindicato dos Enfermeiros Portugueses marca greve para 15 de março

Sindicato dos Enfermeiros Portugueses marca greve para 15 de março

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

IL deu a conhecer o

IL deu a conhecer o "melhor bitoque" de Lisboa e as Parcerias Público-Sociais. Mas a tinta verde e o referendo ao aborto ofuscaram-lhe a arruada

Novo Zenbook Duo, o portátil de fusão da Asus, chega em março a Portugal

Novo Zenbook Duo, o portátil de fusão da Asus, chega em março a Portugal

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1617

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1617

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Filipe I de Portugal, por fim

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Filipe I de Portugal, por fim

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites