sophie marceau.jpg

Era uma senhora muito serena, muito sábia, com uma classe à prova de bala. Nos seus tempos de rapariga fora a incontestável ” bela do baile”. Fazia os bons partidos das redondezas andar num virote, mas apaixonou-se irremediavelmente pelo meu avô – paixão correspondida que nem a morte separou – que era um bon vivant de primeira. Jovem e bem parecido, o avô punha tanto as meninas casadoiras como as “raparigas doidivanas” de cabeça à roda. Era muito popular, convidado para toda a parte. Como o futuro sogro, altivo como uma águia e vigilante como um falcão, só deixava as filhas assistir a festas muito escolhidas, de quando em vez, em muitos bailes ele não podia contar com a companhia da namorada. Com a desculpa de que ” não se dança sem par” lá ia recebendo as atenções desta e daquela admiradora, facto que deixava a minha avó à beira de um chilique. Antes que fosse tarde demais e que ele ” fugisse com uma maluca qualquer” ela não foi de modas: pôs-lhe um par de patins que quase o matou de desgosto. Andaram dois anos nisto, sem se falar, fazendo fosquetas e partidas um ao outro – e ela sem se ralar nem perder a compostura – mas o amor acabou por levar a melhor. Graças a essa e a outras experiências que passou ao longo da vida, ela sempre me disse ” o que tiver de ser nosso, à mão nos vem ter”. Seja o amor, o sucesso, o trabalho…não vale a pena uma pessoa consumir-se, desesperar, correr atrás, andar em ânsias ou fazer força. Quanto mais intensidade colocamos em desejos que não está na nossa mão realizar, pior: estraga a pele, atormenta a alma e não resolve nada. E como se consegue essa calma, essa tranquilidade transcendental, perguntava eu? É pôr o coração ao largo! Seja o que Deus quiser! Deus lá sabe o que é melhor!  Não era fácil explicar porque é uma coisa que só se consegue praticando, fake it ´till you make it. Passa por pegar na coisa que mais queremos, ou que mais nos preocupa, e separar-nos mentalmente dela: tratá-la como se não seja nada connosco; não querer saber e ter raiva de quem sabeo que for será, o que não tem remédio remediado está, há mais coisas na vida, mais marés que marinheiros e muito peixe no mar. É uma táctica de desapego com algo de oriental, que exige esforço, mas uma vez dominada nunca nos deixa na mão. Depois de anos de prática, em diferentes sectores da existência, atesto a eficácia dessa filosofia de vida quase zen, que me poupou  muitas angústias e desgostos e me permitiu reagir com uma calma diabólica a situações de deixar qualquer um em parafuso. Se calhar devia haver workshops destas coisas, para quem não teve uma super avozinha.

Autoria: Imperatriz Sissi

CLIQUE PARA VISITAR O BLOGUE

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Mobi.E e Atlante assinam acordo para carregamento de carros elétricos

Mobi.E e Atlante assinam acordo para carregamento de carros elétricos

A reinvenção das imagens

A reinvenção das imagens

Quando a cantiga foi uma arma

Quando a cantiga foi uma arma

Os livros da VISÃO Júnior: Para comemorar a liberdade (sem censuras!)

Os livros da VISÃO Júnior: Para comemorar a liberdade (sem censuras!)

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

O que os preços do petróleo dizem sobre o conflito no Médio Oriente?

O que os preços do petróleo dizem sobre o conflito no Médio Oriente?

Regantes de Campilhas querem reforçar abastecimento de água e modernizar bloco de rega

Regantes de Campilhas querem reforçar abastecimento de água e modernizar bloco de rega

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

JL 1396

JL 1396

Ordem dos Médicos vai entregar a ministra

Ordem dos Médicos vai entregar a ministra "seis prioridades para próximos 60 dias"

Teranóstica: O que é e como pode ser útil no combate ao cancro?

Teranóstica: O que é e como pode ser útil no combate ao cancro?

Receita de Crepes com curd de limão, por Mafalda Agante

Receita de Crepes com curd de limão, por Mafalda Agante

40 empresas portuguesas marcam presença na 62ª edição do Salão do Móvel de Milão

40 empresas portuguesas marcam presença na 62ª edição do Salão do Móvel de Milão

"O Rapto": O Papa, rei e raptor, numa interpretação fabulosa de Paolo Pierobon

Exportações de vinho do Dão com ligeira redução em 2023

Exportações de vinho do Dão com ligeira redução em 2023

Fotógrafa Annie Leibovitz membro da   Academia Francesa das Belas Artes

Fotógrafa Annie Leibovitz membro da   Academia Francesa das Belas Artes

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Novo estudo explica relação especial entre os homens e os cães

Novo estudo explica relação especial entre os homens e os cães

Famosos brilham na reabertura de loja de luxo em Cascais

Famosos brilham na reabertura de loja de luxo em Cascais

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Marta Melro desfruta do bom tempo na praia com a filha

Marta Melro desfruta do bom tempo na praia com a filha

Ensaio ao Renault Scenic E-Tech, o elétrico com autonomia superior a 600 km

Ensaio ao Renault Scenic E-Tech, o elétrico com autonomia superior a 600 km

Celebrar a Liberdade no imenso palco do Festival Dias da Dança

Celebrar a Liberdade no imenso palco do Festival Dias da Dança

Amazon já ‘emprega’ 750 mil robôs. E tem menos 100 mil trabalhadores humanos

Amazon já ‘emprega’ 750 mil robôs. E tem menos 100 mil trabalhadores humanos

Ensaio ao Renault Scenic E-Tech, o elétrico com autonomia superior a 600 km

Ensaio ao Renault Scenic E-Tech, o elétrico com autonomia superior a 600 km

João Abel Manta, artista em revolução

João Abel Manta, artista em revolução

Dânia Neto de lua de mel em resort de luxo na Tailândia

Dânia Neto de lua de mel em resort de luxo na Tailândia

Passatempo: ganha convites para 'A Grande Viagem 2: Entrega Especial'

Passatempo: ganha convites para 'A Grande Viagem 2: Entrega Especial'

Semana em destaque: Musk volta a gritar

Semana em destaque: Musk volta a gritar "Carro autónomo", mas poucos acreditam

VOLT Live: Atlante, o operador que quer ter a maior rede de carregamento rápido e ultrarrápido

VOLT Live: Atlante, o operador que quer ter a maior rede de carregamento rápido e ultrarrápido

A gestão aos gestores

A gestão aos gestores

Dânia Neto abre o álbum de casamento:

Dânia Neto abre o álbum de casamento: "Bolha de amor"

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

Parcerias criativas, quando a arte chega à casa

Parcerias criativas, quando a arte chega à casa

Morreu o jornalista Pedro Cruz

Morreu o jornalista Pedro Cruz

Charles-Philippe d’Orléans com a mulher e a filha num programa familiar no ténis

Charles-Philippe d’Orléans com a mulher e a filha num programa familiar no ténis

Sofia Manuel, a cuidadora de plantas

Sofia Manuel, a cuidadora de plantas

Vencedores do passatempo ‘A Grande Viagem 2: Entrega Especial’

Vencedores do passatempo ‘A Grande Viagem 2: Entrega Especial’

Em “Cacau”: Regina encontra Cacau à beira da morte

Em “Cacau”: Regina encontra Cacau à beira da morte

Fed e BCE em direções opostas?

Fed e BCE em direções opostas?

Zendaya surpreende com visual ousado

Zendaya surpreende com visual ousado

Luísa Beirão: “Há dez anos que faço programas de ‘detox’”

Luísa Beirão: “Há dez anos que faço programas de ‘detox’”

Mulheres no mercado de trabalho: Tramadas por serem mães

Mulheres no mercado de trabalho: Tramadas por serem mães

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites