Neste ano de 2020 parece que o único problema de saúde é a Covid-19. Parece que tudo o resto deixou de existir, que todas as doenças e complicações deixaram de ser importantes e que mais nada interessa. Não é verdade, especialmente no que diz respeito às condições crónicas que para além de nunca desaparecem tendem a agravar-se com o tempo, como é o caso da Síndrome Génito-Urinária da Menopausa (SGUM), consequência da menopausa, cujo Dia Mundial se celebra a 18 de Outubro e que nos vem alertar para a sua importância. Só para relembrar, a menopausa corresponde à última menstruação e basicamente dita o fim da capacidade reprodutora da mulher. Só passados 12 meses sem menstruar é que se pode fazer o diagnóstico definitivo e, muitas vezes, até à última menstruação, as mulheres podem passar por bastantes (e desagradáveis) variações hormonais e irregularidades menstruais. Com este término da função ovárica advêm vários problemas muito familiares a quem já passou por isso, como é o caso dos afrontamentos, das alterações do sono e da memória e a síndrome génito-urinária (SGUM).

A SGUM é uma definição relativamente recente que engloba as principais consequências da falta de estrogénios a nível da vulva, vagina e bexiga associada à menopausa e que pode afetar até 70% das mulheres. As manifestações incluem secura vaginal, sensação de ardor/picadas a nível da vagina e vulva, diminuição da lubrificação vaginal, dor ou desconforto associado às relações sexuais, diminuição do desejo sexual e alterações urinárias, como aumento da vontade de urinar e, por vezes, dificuldade em conter a urina.

Todas estas alterações podem levar a uma diminuição da qualidade de vida, muitas vezes com a mulher a evitar qualquer contacto físico ou sexual.  E o ciclo vicioso instala-se já que com a menor frequência das relações as queixas de secura e diminuição da lubrificação tendem a agravar-se e a intimidade do casal pode ficar comprometida, especialmente se não se falar sobre o assunto…

É essencial que as mulheres não deixem o tratamento da SGUM para segundo plano, particularmente nesta pandemia em que nos encontramos. É importante que percebam que não é só a hipertensão que tem de ser tratada, que não são só os níveis de açúcar no sangue que têm de estar equilibrados. As consequências de não procurar ajuda, ou de interromper os tratamentos que já foram iniciados, sejam eles hormonais ou não, sob a forma de cremes ou gel ou comprimidos vaginais, enfim, com toda a variedade de produtos ao nosso dispor, podem ser muito debilitantes. Os tratamentos atualmente disponíveis são muito eficazes e seguros e, com a orientação médica adequada, permitem melhorar e otimizar as consequências da menopausa. Do mesmo modo que o creme anti-rugas tem de ser aplicado todos os dias (e muitos também à noite!), os tratamentos para a SGUM não podem ser interrompidos ou feitos apenas durante algumas semanas.  

Não nos podemos deixar vencer por esta pandemia. Não podemos esquecer-nos de que merecemos o melhor de todas as fases da vida e que a menopausa pode ser o início da melhor e mais introspetiva que as mulheres alguma vez vão ter. Mas têm de se sentir bem. Têm de conseguir alcançar toda a sua plenitude e isto não se coaduna com queixas incapacitantes de secura vaginal ou dor de cada vez que se tem relações sexuais.

A Covid-19 não nos pode limitar a ponto de termos medo de ir ao médico ou à farmácia (bem, na realidade com as teleconsultas e as entregas ao domicílio podemos ficar na tranquilidade do lar a receber os cuidados de que precisamos!). Não nos pode limitar na valorização das nossas queixas e de querer mais e melhor. Com toda a segurança possível, temos de continuar as nossas vidas e os tratamentos de que precisamos.

Neste mês do dia Mundial da Menopausa vamos dar-lhe a importância que ela merece e lembrarmo-nos de que já não dá para estar escondidos dentro da caverna à espera que o mundo mude lá fora. A Covid-19 está para ficar. Não vamos poder enfiar a cabeça na areia e rezar para que tudo desapareça de repente. Vamos ter de ir à luta e procurar o que precisamos para nos sentirmos plenas, sem queixas ou desconforto ou dores, ou relações ensombradas pela antecipação do que virá durante e depois.  Vamos continuar a cuidar de nós e dos nossos.

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Família real da Bélgica celebra mais uma vitória no Europeu de 2024

Família real da Bélgica celebra mais uma vitória no Europeu de 2024

Os planos da Stellantis para criar um ecossistema de software para os carros

Os planos da Stellantis para criar um ecossistema de software para os carros

Exposição solar: O problema dos UVA

Exposição solar: O problema dos UVA

Francisco Monteiro mostra momento de intimidade com Bárbara Parada

Francisco Monteiro mostra momento de intimidade com Bárbara Parada

Em “A Promessa”: Helena e Tomás recusam-se a jantar com Miguel

Em “A Promessa”: Helena e Tomás recusam-se a jantar com Miguel

ESG Talks:

ESG Talks: "Nós somos muito rápidos a criar legislação e depois pouco rápidos a operacionalizá-la"

Inspire-se no

Inspire-se no "look" de Matilde Reymão

No bairro da Estrela, em Lisboa, um projeto chave na mão

No bairro da Estrela, em Lisboa, um projeto chave na mão

Carros elétricos chineses deverão ficar mais caros

Carros elétricos chineses deverão ficar mais caros

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Bruno de “Casados à Primeira Vista” brilha em “A Sentença” da TVI

Bruno de “Casados à Primeira Vista” brilha em “A Sentença” da TVI

VISÃO Se7e: Aproveitar os dias e noites de verão

VISÃO Se7e: Aproveitar os dias e noites de verão

Restrições ao consumo de água no Algarve vão ser aliviadas

Restrições ao consumo de água no Algarve vão ser aliviadas

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

ATL para cientistas

ATL para cientistas

Os festivais de verão

Os festivais de verão

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Sirius Aviation mostra eVTOL movido a hidrogénio líquido

Sirius Aviation mostra eVTOL movido a hidrogénio líquido

"O que é verdadeiramente desafiante é as marcas saberem o que leva as pessoas às lojas e o que funciona online". Leah Johns em entrevista

"O Amor Segundo Dalva": Um filme sobre crescer antes de tempo

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Edição 1633

Edição 1633

ESG Talks: “Temos de valorizar o ambiente e os ecossistemas”

ESG Talks: “Temos de valorizar o ambiente e os ecossistemas”

Os nossos vinhos são os melhores do mundo

Os nossos vinhos são os melhores do mundo

Jantar fora à segunda-feira? É no Sea Me – Peixaria Moderna

Jantar fora à segunda-feira? É no Sea Me – Peixaria Moderna

Campos de férias: será que o meu filho sobrevive?

Campos de férias: será que o meu filho sobrevive?

Caras Decoração de junho: celebrar o bom tempo e a vida ao ar livre

Caras Decoração de junho: celebrar o bom tempo e a vida ao ar livre

JL 1400

JL 1400

IDC: 15% dos pagamentos internacionais serão liquidados em tempo real até 2026

IDC: 15% dos pagamentos internacionais serão liquidados em tempo real até 2026

ESG Talks: “A ciência, a tecnologia e a inovação são sempre fundamentais”

ESG Talks: “A ciência, a tecnologia e a inovação são sempre fundamentais”

Floreiras a dar elegância e natureza à decoração

Floreiras a dar elegância e natureza à decoração

João Paulo Esteves da Silva - O piano e todas as margens

João Paulo Esteves da Silva - O piano e todas as margens

Joana Vasconcelos: “Quando trabalho, o ritmo é intenso, sou imparável”

Joana Vasconcelos: “Quando trabalho, o ritmo é intenso, sou imparável”

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Apple adia lançamento do seu sistema de IA na Europa

Apple adia lançamento do seu sistema de IA na Europa

Vencedores do passatempo 'Gru - O Maldisposto 4'

Vencedores do passatempo 'Gru - O Maldisposto 4'

Navegando rumo ao futuro digital do oceano

Navegando rumo ao futuro digital do oceano

A relação surpreendente entre o desempenho cognitivo das mulheres e a menstruação

A relação surpreendente entre o desempenho cognitivo das mulheres e a menstruação

Zona: Três mitos sobre esta doença que pode ser incapacitante

Zona: Três mitos sobre esta doença que pode ser incapacitante

Que bonito é Wild Thang,

Que bonito é Wild Thang, "o cão mais feio do mundo"

Os ténis fabricados no Porto de que a rainha Letizia precisa depois da lesão no pé

Os ténis fabricados no Porto de que a rainha Letizia precisa depois da lesão no pé

As imagens do casamento de Nuno Santos e Diana Ribeiro Santos

As imagens do casamento de Nuno Santos e Diana Ribeiro Santos

Andreia Rodrigues: “É tempo de fazer uma pausa e de ver o que me espera”

Andreia Rodrigues: “É tempo de fazer uma pausa e de ver o que me espera”

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites