Há cerca de um ano, a propósito do mês da Doença de Alzheimer, escrevia sobre os sinais de alerta da demência e para a importância do diagnóstico precoce. Esse tema continua a ser pertinente, mas este ano a federação Alzheimer’s Disease International decidiu focar a sua campanha anual na importância do apoio às pessoas que vivem com demência e às famílias após o seu diagnóstico, sob o mote “Juntos, podemos fazer muito!”.

Este slogan remeteu-me de imediato para as Consultas de Geriatria onde tantas pessoas assisto com demência, habitualmente acompanhados pelos seus familiares e cuidadores. E são vários os problemas valorizados nesta consulta nas pessoas com demência e as suas famílias!

Acreditando que o reconhecimento destes problemas possa ser o ponto de partida para a mudança, importa então refletir sobre eles, por vezes pondo o “dedo na ferida” e admitindo até a insuficiência dos nossos serviços de saúde e sociais, do coletivo ao profissional individual.

Na Consulta de Geriatria é comum encontrar doentes com demência há vários anos e que nunca receberam o diagnóstico; por vezes, já tomam anti-demenciais há largos anos e nunca o doente ou a família ouviram falar de demência; contudo, confessam muitas vezes que “já desconfiavam” …. Numa prática clínica ainda paternalista, a omissão do diagnóstico, em vez de protetora, pode ser adversa. Sem diagnóstico, não se antecipam problemas nem se prepara o futuro. Quando os problemas surgem, são ainda mais traumáticos do que se fossem esperados.

Da mesma forma, a implementação de estratégias de manutenção das capacidades cognitivas remanescentes fica comprometida pela falta de um objetivo claro. É fundamental ultrapassar o tabu do diagnóstico da demência e treinar a comunicação do diagnóstico, aproveitando o momento para explicar a história natural da doença, o tipo de complicações que podem surgir, mas também as estratégias existentes para as minorar. E nesse momento, manifestar o nosso apoio, seja no momento ou mais tarde.

Os profissionais de saúde que acompanham doentes com demência podem informar os cuidadores sobre as possíveis alterações de comportamento, desde a apatia à agitação, as alterações alimentares e nutricionais, as alterações do ritmo circadiano como a insónia e a inversão do ciclo sono vigília, etc. Informar sobre o prognóstico da demência não deve ser encarado como o vaticínio de uma tragédia! Antes, deve ser visto como uma oportunidade preventiva e o incentivo para a aquisição de competências específicas que facilitem enfrentar os problemas quando eles se instalam.

Os doentes com demência frequentemente apresentam doenças crónicas que podem interferir com a função cognitiva; por outro lado, o controlo das doenças crónicas pode ser condicionado pela existência da demência. As pessoas idosas com demências e várias outras doenças beneficiam inequivocamente de serem seguidas numa Consulta de Geriatria, em que diagnósticos e tratamentos são conciliados no sentido do melhor equilíbrio, cognitivo e funcional.

Muitos desafios diagnósticos decorrem dos problemas de comunicação das pessoas com demência ou mesmo da sua incapacidade para interpretar sintomas, sejam eles físicos ou psicológicos e emocionais. No entanto, a descoberta de uma doença médica e o seu tratamento podem ser fundamentais para melhorar o bem-estar da pessoa com demência. O médico Geriatra com uma visão geral do doente na totalidade está privilegiadamente posicionado para diagnosticar e tratar.

Na Geriatria valoriza-se a multidisciplinaridade das intervenções, por forma a oferecer uma abordagem holística dos problemas, metodologia capital na gestão do doente com demência. De facto, juntos, vários profissionais de saúde podem fazer muito! Lamentavelmente, nos dias de hoje, o acesso à estimulação cognitiva, à terapia ocupacional e à atividade física adaptada são ainda privilégios dos mais afortunados, e não uma prática generalizada. A mobilização de recursos sociais é por vezes tão complexa que muitos idosos ficam privados de necessidades básicas de sobrevivência. 

Sendo a qualidade de vida e o bem-estar os objetivos primordiais da Geriatria, na trajetória do doente com demência nalgum ponto será considerada a sua segurança e de terceiros. Verdadeiros dilemas éticos têm de ser encarados de forma pragmática, como continuar a conduzir, permanecer em casa ou sair à rua sozinho, entre outros. Estes são temas frequentemente avaliados numa Consulta de Geriatria, para garantir o melhor interesse do doente, que não raramente passa também por olhar para o cuidador e dar a mão em momentos de sobrecarga física e emocional.

Resta-me desejar que pelo menos daqui a 10 anos a maioria dos idosos com demência tenham acesso a uma Consulta de Geriatria, como acontece em Espanha, França, Bélgica, Holanda, Reino Unido, entre outros.

Os textos nesta secção refletem a opinião pessoal dos autores. Não representam a ACTIVA nem espelham o seu posicionamento editorial.

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

15 de maio: Dia Internacional da Família

15 de maio: Dia Internacional da Família

Em “Senhora do Mar”: Joana pede a Manuel para conhecer Rafael

Em “Senhora do Mar”: Joana pede a Manuel para conhecer Rafael

Comer fora: 14 mesas de exterior

Comer fora: 14 mesas de exterior

Perturbações mentais

Perturbações mentais "contagiosas" nas redes sociais da vida real? Sim e o ato de procurar ajuda também

Microsoft prepara um Copilot para o LinkedIn

Microsoft prepara um Copilot para o LinkedIn

Assista aqui à entrega dos Prémios Inovação em Prevenção

Assista aqui à entrega dos Prémios Inovação em Prevenção

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Descubra 15 assentos topo de gama

Descubra 15 assentos topo de gama

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

Kobo Libra Colour em teste: E agora a cores

Kobo Libra Colour em teste: E agora a cores

Receita de Empanadas argentinas, por Fabiana Pragier

Receita de Empanadas argentinas, por Fabiana Pragier

EV3: os detalhes do SUV compacto da KIA

EV3: os detalhes do SUV compacto da KIA

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Naomi Campbell celebra 54 anos

Naomi Campbell celebra 54 anos

Sky Magnetar: avião a hidrogénio quer ligar Londres a Nova Iorque em 90 minutos

Sky Magnetar: avião a hidrogénio quer ligar Londres a Nova Iorque em 90 minutos

O estilo das Grimaldi no GP de Fórmula 1 do Mónaco

O estilo das Grimaldi no GP de Fórmula 1 do Mónaco

Pedro Cabrita Reis: Há 50 anos a criar no caos do atelier

Pedro Cabrita Reis: Há 50 anos a criar no caos do atelier

Bordallo Pinheiro lança nova peça em colaboração com artista visual brasileira

Bordallo Pinheiro lança nova peça em colaboração com artista visual brasileira

Casimiro de Brito - Entre o caos e o canto

Casimiro de Brito - Entre o caos e o canto

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

E o melhor Enoturismo Nacional é...

E o melhor Enoturismo Nacional é...

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

O concerto de Taylor Swift contado por uma 'swiftie'

O concerto de Taylor Swift contado por uma 'swiftie'

Corvos conseguem contar até quatro e

Corvos conseguem contar até quatro e "em voz alta"

Quem é Maria João Diogo: o grande pilar de Rúben Amorim?

Quem é Maria João Diogo: o grande pilar de Rúben Amorim?

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Como ler um jornal

Como ler um jornal

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

As fotografias do Vietname de Paula Guimarães em mostra na Art Room

As fotografias do Vietname de Paula Guimarães em mostra na Art Room

Catarina Miranda ignora Margarida após expulsão do “Big Brother”

Catarina Miranda ignora Margarida após expulsão do “Big Brother”

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Uma turma com muita poesia

Uma turma com muita poesia

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Pare. Parem todos. Eu também

Pare. Parem todos. Eu também

Romantismo na passadeira vermelha de Cannes

Romantismo na passadeira vermelha de Cannes

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

Sete terraços para ir beber um copo e petiscar, de Lisboa a Cascais

Sete terraços para ir beber um copo e petiscar, de Lisboa a Cascais

Charlotte Casiraghi e Beatrice Borromeo apaixonadas pelo mesmo estilo de vestido

Charlotte Casiraghi e Beatrice Borromeo apaixonadas pelo mesmo estilo de vestido

Há mar e mar, há ser e há proclamar

Há mar e mar, há ser e há proclamar

À varanda do palácio, Frederico X da Dinamarca celebra 56.º aniversário

À varanda do palácio, Frederico X da Dinamarca celebra 56.º aniversário

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Guia para a Feira do Livro de Lisboa em 7 pontos

Guia para a Feira do Livro de Lisboa em 7 pontos

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites