Em ano anterior, e a propósito desta mesma efeméride, escrevi sobre a importância de se celebrar os doentes e não necessariamente a doença, reconhecendo, no entanto, o carácter mais formal e menos pragmático desta denominação.

Hoje, no rescaldo de uma pandemia, no limiar de (mais uma) crise social e numa altura em que os valores éticos e humanos parecem cada vez mais secundários, entendo ser ainda mais importante reforçar a minha mensagem anterior.

Se é verdade que algumas doenças reumáticas têm implicações directas e nem sempre raras na mortalidade ou na insuficiência importante de órgãos considerados vitais, não é menos relevante que quase todos os doentes têm limitações importantes da sua qualidade de vida, quer seja pela referida disfunção orgânica, pela diminuição da mobilidade ou até, mais frequentemente, pela dor.

E nos tempos que correm, onde a cada dia nascem novos fármacos e se aprende mais um detalhe sobre cada uma das doenças que nos atinge, somos surpreendidos com o facto de continuar a haver necessidade para reclamar a defesa de todos os que são confrontados diariamente com as insuficiências médicas, quer elas sejam de natureza científica, clínica ou pura e simplesmente de acesso.

Infelizmente para muitas doenças crónicas (como é a grande maioria das doenças reumáticas), a medicina tem-se mostrado impotente quando colocamos como objectivo a cura ou mesmo o “simples” controlo sintomático. E não raras vezes o desenvolvimento farmacêutico e clínico privilegia as doenças mais recentes, as mais “interessantes” no ponto de vista dos mecanismos ou simplesmente aquelas que parecem ser mais facilmente tratáveis. E ser mais facilmente tratável não é igual a ser mais frequente ou aparentemente mais simples: temos fármacos específicos mais eficazes para tratar uma pneumonia, mesmo que grave, que para tratar uma gripe…

Existem múltiplas razões para isto, desde o eterno argumento financeiro até à inevitável “moda”, um conceito omnipresente em todas as actividades humanas!

Mas então, como ficam os doentes com doenças crónicas profundamente incapacitantes, geradoras de pressão e encargos acrescidos para os próprios, para quem lhes é próximo e até para o próprio sistema? Tivemos um vislumbre de resposta nos últimos dois anos!

Face a uma nova ameaça que drenou a maior parte dos nossos recursos médicos (ainda assim, uns mais que outros…), todo o sistema se concentrou na doença emergente sem existir qualquer preocupação em assegurar…, os outros! E agora, ultrapassada a pandemia, são de novo este tipo de doentes, os crónicos com doenças que sendo limitantes têm um carácter mais indolente, que se vêm ultrapassados pela necessidade de acudir a descompensações, agudizações, complicações e todo o tipo de “ões” de doenças cuja evolução torna mais difícil a espera pelos cuidados médicos.

É verdade que nos últimos anos se assistiu a uma melhoria notável nas opções clínicas para tratar muitas doenças reumáticas (como muitas outras das mais variadas áreas médicas), se testemunhou a remissão de doenças ainda há poucas décadas consideradas inexoravelmente incapacitantes e se descobriram opções terapêuticas para doenças que nem se sabia existirem no século passado.

Mas ainda assim, existem muitos doentes para quem a única opção continua a ser gerir a doença e… cuidar! Isto é tão mais relevante quanto a “simples” osteoartrite é frequentemente desvalorizada pelo inevitável rótulo de “doença degenerativa” e os próprios doentes a ignoram sob o fado tão português da velhice! 

Neste nosso admirável mundo novo, talvez a maior prova de progresso não seja a descoberta de uma cura qualquer, mas o reconhecimento da sociedade em geral e de cada um de nós para a necessidade de saber cuidar.

Os textos nesta secção refletem a opinião pessoal dos autores. Não representam a ACTIVA nem espelham o seu posicionamento editorial.

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Inflação abranda menos que o esperado e dá argumentos ao BCE para adiar a descida de juros

Inflação abranda menos que o esperado e dá argumentos ao BCE para adiar a descida de juros

Passo a passo para pedir baixa na aplicação do SNS24

Passo a passo para pedir baixa na aplicação do SNS24

Indiferentes às polémicas, Letizia e Felipe VI cúmplices e apaixonados em Londres

Indiferentes às polémicas, Letizia e Felipe VI cúmplices e apaixonados em Londres

A dieta que afugenta a apneia do sono

A dieta que afugenta a apneia do sono

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

Logitech G Astro A50 X em análise: Tudo em um

Logitech G Astro A50 X em análise: Tudo em um

O avanço da sustentabilidade ambiental nas empresas

O avanço da sustentabilidade ambiental nas empresas

Utentes do Barreiro em protesto no sábado contra suspensão do internamento de cardiologia do hospital

Utentes do Barreiro em protesto no sábado contra suspensão do internamento de cardiologia do hospital

Apple descarta projeto de desenvolvimento de carro elétrico

Apple descarta projeto de desenvolvimento de carro elétrico

Maria Cerqueira Gomes vive experiência enriquecedora na Suíça

Maria Cerqueira Gomes vive experiência enriquecedora na Suíça

Passatempo: Ganha convites para a antestreia de 'O Panda do Kung Fu 4'

Passatempo: Ganha convites para a antestreia de 'O Panda do Kung Fu 4'

HP aposta na cibersegurança no ultraportátil Dragonfly G4

HP aposta na cibersegurança no ultraportátil Dragonfly G4

“Big Brother” - Érica e André vivem noite agitada: “Usaram proteção?”

“Big Brother” - Érica e André vivem noite agitada: “Usaram proteção?”

Final de “Flor Sem Tempo”: Diana mata Luís Maria e Vasco salva Catarina

Final de “Flor Sem Tempo”: Diana mata Luís Maria e Vasco salva Catarina

Quando a cantiga foi uma arma

Quando a cantiga foi uma arma

Conforto e muita luz, num apartamento em São Paulo, Brasil

Conforto e muita luz, num apartamento em São Paulo, Brasil

Xiaomi Redmi Note 13 Pro+: topo de gama

Xiaomi Redmi Note 13 Pro+: topo de gama

Passar baixa médica passa a ser mais fácil a partir de hoje

Passar baixa médica passa a ser mais fácil a partir de hoje

Vinhos de Porto Santo: Brancos atlânticos únicos que já dão bons frutos

Vinhos de Porto Santo: Brancos atlânticos únicos que já dão bons frutos

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Renováveis abasteceram 88% do consumo de eletricidade em fevereiro - REN

Renováveis abasteceram 88% do consumo de eletricidade em fevereiro - REN

A Interdecoração está de volta à Exponor

A Interdecoração está de volta à Exponor

Alessandra Ambrósio usa camisola de futebol na Semana da Moda de Paris

Alessandra Ambrósio usa camisola de futebol na Semana da Moda de Paris

Georgina Rodríguez leva os filhos à Disneyland e derrete fãs

Georgina Rodríguez leva os filhos à Disneyland e derrete fãs

Breve história da maquilhagem

Breve história da maquilhagem

Bruxelas autoriza ajudas estatais de 350 ME de Portugal para equipamentos 'verdes'

Bruxelas autoriza ajudas estatais de 350 ME de Portugal para equipamentos 'verdes'

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Diário de um Banana – Dantes é que Era’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Diário de um Banana – Dantes é que Era’

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

Frunk.at em testes: um porta-bagagens extra para o seu carro elétrico

Frunk.at em testes: um porta-bagagens extra para o seu carro elétrico

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

O algoritmo do amor

O algoritmo do amor

Francisco Assis: “O PS é um partido que valoriza a iniciativa privada, mas não vê o Estado como um empecilho”

Francisco Assis: “O PS é um partido que valoriza a iniciativa privada, mas não vê o Estado como um empecilho”

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Giorgio Armani propõe veludo, flores e infuências orientais para o próximo inverno

Giorgio Armani propõe veludo, flores e infuências orientais para o próximo inverno

Palácio de Kensington volta a pronunciar-se sobre a doença de Kate

Palácio de Kensington volta a pronunciar-se sobre a doença de Kate

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Gravity Falls - Diário 3’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Gravity Falls - Diário 3’

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

VISÃO SE7E: Entre vinhas renascidas, jantares com cariz social e compras sustentáveis

VISÃO SE7E: Entre vinhas renascidas, jantares com cariz social e compras sustentáveis

Celebridades rendem-se às transparências no desfile de Saint Laurent

Celebridades rendem-se às transparências no desfile de Saint Laurent

Este jantar É Um Convite para conhecer o projeto da associação Crescer

Este jantar É Um Convite para conhecer o projeto da associação Crescer

Serviço de abastecimento de água perde por ano 184 milhões de metros cúbicos

Serviço de abastecimento de água perde por ano 184 milhões de metros cúbicos

10 cidades com encanto: Ideias de viagem para conhecer o País… antes de ir a votos

10 cidades com encanto: Ideias de viagem para conhecer o País… antes de ir a votos

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites