Como será a nossa vida sexual em 2024?
Como será a nossa vida sexual em 2024?
Foto: Pexels/ Anait Film

Com todas as previsões para 2023, a tendência sexual que dominou o ano foi o regresso à normalidade pré-2020. A pandemia tornou o namoro menos acessível, mas como o mundo recuperou a liberdade, há mais oportunidades para recomeçar. O próximo ano é o primeiro totalmente de volta ao normal, tornando mais fácil estabelecer ligações, tanto com os outros, como connosco, e a LELO, marca reconhecida em bem-estar sexual, revela quais as tendências sexuais para o próximo ano.

Amor próprio

As tendências de bem-estar sexual revelam uma mudança de atitude para uma maior flexibilidade e abertura de espírito relativamente à vida sexual. Isto reflete-se na normalização de atos, desejos e atitudes anteriormente escondidos, que têm o potencial de impulsionar as economias em todo o mundo. Como explorado pelo Relatório LELO 2023 no início deste ano, que se baseia em investigação académica e num inquérito realizado, a felicidade é um importante motor de produtividade:

  • 9 em cada 10 pessoas em todo o mundo concordam que quanto mais felizes são, mais produtivas são no trabalho;
  • 7 em cada 10, se lhes fosse dada a oportunidade, utilizariam de bom grado dias de folga para se concentrarem no amor-próprio e, por sua vez, trabalharem na sua produtividade.

Com a repercussão global da Covid-19 e as crises globais em curso a reduzirem a produtividade em todo o mundo, pequenas mudanças podem fazer enormes diferenças a uma escala maior. A felicidade, sendo uma dessas mudanças, pode ser alcançada através de alterações comportamentais tão pequenas como orgasmos e intimidade, e como a LELO propôs, dias de folga adicionais sob a forma de “dias de amor-próprio”. São mudanças ligeiras, mas que requerem algum pensamento criativo por parte dos governos, dos empregadores e dos seus empregados, e podem, por sua vez, aumentar a produtividade até 20% e ter um efeito sobre a pobreza e o nível de vida.

O modelo Sona 2 travel, pvp €99,00

Turismo de bem-estar

Depois de conseguir ultrapassar com sucesso a recente crise, a indústria do turismo começa a adaptar-se aos desafios da era pós-pandémica. Em consequência da Covid-19, as pessoas tornaram-se mais conscientes da sua saúde física e mental, o que levou ao crescimento do chamado “Turismo de bem-estar”. Esta tendência centra-se principalmente em viajar para alcançar e manter o melhor equilíbrio entre a saúde e a vida pessoal através de atividades como spa e ioga e, também, o bem-estar sexual. Não é o mesmo que turismo sexual. O que está em causa é o prazer da intimidade do lar, mas em viagem. E a indústria está a responder com a criação de brinquedos sexuais cada vez mais discretos, que podem ser levados sem que seja necessário passar pelo controlo de segurança do aeroporto, mas que, ainda assim, são muito poderosos na sua missão de proporcionar prazer e bem-estar sexual em viagem.

Playlists eróticas

Uma teoria recente sugere que a chave para o orgasmo é o ritmo. Adam Safron, da Universidade Northwestern, em Chicago, propôs uma teoria da dependência do prazer sexual em relação aos ritmos, afirmando que o prazer sexual (simplificado) é uma espécie de transe e que o orgasmo tem tudo a ver com tempo rítmico. A ideia de que o sexo desencadeia uma atividade de natureza rítmica na mente ressoa, especialmente, na era das aplicações de música e da capacidade de criar várias listas de reprodução especialmente seleccionadas para qualquer ocasião, como preliminares, a solo e/ou em casal. Adicionalmente, a investigação revela que 119 BPM é o ritmo mais sexy.

Shallowing

O shallowing é uma técnica de masturbação que pode intensificar o prazer sexual feminino. Durante as brincadeiras a solo ou com parceiro é natural sentir prazer quando a entrada da vagina é estimulada levemente. O shallowing é isso, entrar levemente na vagina apenas com a ponta do pénis ou dos dedos, ou utilizar a língua ou um brinquedo apenas na entrada da vagina, que tem terminações nervosas específicas, à semelhança do clítoris, que provocam sensações incríveis, intensificando o prazer do momento e a intimidade.

A indústria de brinquedos sexuais é excecionalmente sólida, tendo já resistido a todos os tipos de adversidades, e ainda assim continua a crescer e a resistir às tendências económicas. A resiliência deste mercado prova o papel significativo que tem na promoção de uma maior liberdade em relação à sexualidade feminina. Ao oferecer uma variedade de opções e produtos inovadores, esta indústria contribui para que as mulheres se sintam no controlo da sua própria expressão sexual, desafiando tabus e estereótipos. Este fenómeno não desafia apenas as normas sociais preexistentes, mas também impulsiona uma transformação cultural que reconhece e celebra a diversidade de experiências e escolhas das mulheres no âmbito da sua sexualidade.

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

15 de maio: Dia Internacional da Família

15 de maio: Dia Internacional da Família

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

Pap’Açorda: Muito mais do que um restaurante

Pap’Açorda: Muito mais do que um restaurante

Em Paris, um apartamento haussmaniano com paleta contemporânea

Em Paris, um apartamento haussmaniano com paleta contemporânea

Patologia digital: novo modelo baseado em IA pode transformar diagnóstico do cancro

Patologia digital: novo modelo baseado em IA pode transformar diagnóstico do cancro

Recorde alguns dos momentos de Máxima dos Países Baixos no dia do seu 53.º aniversário

Recorde alguns dos momentos de Máxima dos Países Baixos no dia do seu 53.º aniversário

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Há mar e mar, há ser e há proclamar

Há mar e mar, há ser e há proclamar

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

Transparência do

Transparência do "look" de Bella Hadid dá que falar na passadeira vermelha de Cannes

Quem é que estava na entrada e autorizou a menina a sair?

Quem é que estava na entrada e autorizou a menina a sair?

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

IndieLisboa: 7 filmes a não perder no festival de cinema

IndieLisboa: 7 filmes a não perder no festival de cinema

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1629

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1629

Serif Affinity V2 em teste: Adeus Adobe?

Serif Affinity V2 em teste: Adeus Adobe?

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Inês vive susto na lua de mel com Paulo em “Casados à Primeira Vista”

Inês vive susto na lua de mel com Paulo em “Casados à Primeira Vista”

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

O poder da empatia na liderança e gestão de talento

O poder da empatia na liderança e gestão de talento

As imagens da lua de mel de Inês e Paulo de “Casados à Primeira Vista”

As imagens da lua de mel de Inês e Paulo de “Casados à Primeira Vista”

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

“Eh Lá Fora!”

“Eh Lá Fora!”

NÃO ME MAGOAS MAIS

NÃO ME MAGOAS MAIS

De visita às Filipinas, Máxima aposta em vestido de estampado floral

De visita às Filipinas, Máxima aposta em vestido de estampado floral

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

O problema dos ultraprocessados consumidos por crianças entre os 3 e os 6 anos

20% das mortes por anafilaxia devem-se a picadas de insetos

20% das mortes por anafilaxia devem-se a picadas de insetos

Charlotte Casiraghi e Dimitri Rassam em Cannes, em dias diferentes

Charlotte Casiraghi e Dimitri Rassam em Cannes, em dias diferentes

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Energia para Mudar: a descida dos preços dos carros elétricos e dos carregamentos

Energia para Mudar: a descida dos preços dos carros elétricos e dos carregamentos

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

Clive Owen é Monsieur Spade na nova série do TVCine Edition

Clive Owen é Monsieur Spade na nova série do TVCine Edition

Testamos a Sony Alpha 6700: desempenho surpreendente

Testamos a Sony Alpha 6700: desempenho surpreendente

Naomi Campbell celebra 54 anos

Naomi Campbell celebra 54 anos

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

O segredo dos vasos decorativos

O segredo dos vasos decorativos

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

“Cacau”: Cacau volta para Itacaré com Sal sem saber os planos da irmã

“Cacau”: Cacau volta para Itacaré com Sal sem saber os planos da irmã

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites