LUÍSA SEMEDO
Professora de Filosofia (em França) e ativista

Em que momento percebeu que tinha de ser uma voz ativa pela igualdade de género? 
Desde muito cedo tive de me confrontar à questão da igualdade, não somente de género, e pude rapidamente adquirir a convicção da continuidade em todas as relações de poder e mecanismos de opressão.

Em que é que o feminismo de hoje é diferente do feminismo dos anos 60-70?
Hoje, beneficiamos de muitas das lutas feitas pelas mulheres que nos antecederam e um dos desafios é justamente o de poder manter direitos adquiridos atualmente postos em causa.

O que significa para si o movimento feminismo negro e o que a fez despertar para ele? 
O feminismo negro insiste sobre a Interseccionalidade das opressões e das lutas, dá a voz a uma parte da população que pertence às franjas mais discriminadas e invisibilizadas. O discurso da Sojourner TruthAin’t I A Woman?” foi sem dúvida um marco.

As mulheres têm de ser duas vezes mais competentes que os homens para serem consideradas para um posto?
Uma mulher é desde logo considerada como suspeita, suspeita de incompetência, suspeita de ter feito algum “favor” para ali chegar. Para as mulheres a incompetência não é uma possibilidade, homens medíocres em qualquer tipo de posto é um dado naturalizado.

As mulheres continuam a ser mais escrutinadas nos seus cargos que os homens?
Sem dúvida, não têm direito ao erro, são escrutinadas no que dizem, no que vestem, no que comem, com quem dormem. Quantas de nós já ouvimos a frase: “Quem ficou a tomar conta das crianças?”

Que livro todas as mulheres (e homens) deviam ler?
Difícil escolha, mas talvez o ‘E Eu Não Sou Uma Mulher? Mulheres Negras e Feminismoda Bell Hooks.

Que livro sobre igualdade de género a marcou mais?
Os livros mais marcantes são os mais disruptivos, os que colocam em causa e desconstroem o padrão heteronormativo monogâmico escritos por autoras como a Valerie Solanas, Virginie Despentes, Alice Coffin, Judith Buttler, Dossie Easton & Janet W. Hardy, etc.

Uma artista plástica que admire muito
Não vou ser original, respondo a Frida K
ahlo pela força das suas obras, da sua vida, é um modelo de liberdade apesar dos seus constrangimentos. Deploro que a sua imagem seja hoje tão mercantilizada e despolitizada ocultando a sua verdadeira mensagem.

A maior conquista das mulheres portuguesas
Não consigo pensar só numa. Uma grande parte das conquistas são bastante recentes, direito de voto, liberdade de viajar e de abrir conta num banco sozinhas, direito à IVG, à PMA, etc. Para resumir, o acesso à independência, à liberdade e igualdade.

O que as mulheres francesas conquistaram que falta às portuguesas?
Em França, estamos a caminho da inscrição do aborto na Constituição. Precisamos de fortalecer o mais possível os nossos direitos, porque são frágeis.

A conquista que é urgente reclamar
Precisamos de dar um passo enorme em relação ao combate à violência feita contra as mulheres. Consciencialização, mas também meios.

Uma citação para emoldurar
Tantas, mas a que me acompanha constantemente é a da Audre Lorde “Não sou livre enquanto outra mulher for prisioneira, mesmo quando as suas correntes são diferentes das minhas”.

Uma mulher inspiradora
Tantas, também. A Malala Yousafzai, por exemplo. Mas sobretudo as mulheres anónimas com as que convivo no mundo associativo ou no ativismo e que sacrificam muito do seu bem-estar próprio em prol do bem comum.

A sua maior luta no dia-a-dia
O James Baldwin dizia que ser negro nos EUA e ter alguma consciência era estar com raiva quase o tempo todo. Eu, enquanto, mulher, afro-europeia, bissexual, etc. e, espero, com alguma consciência, luto justamente para não passar o meu tempo com raiva, no desespero.

Como tenta incutir aos seus filhos a igualdade de género e o antirracismo?
Mais do que discurso, levo os meus filhos às manifestações, mostro-lhes documentários, temos conversas longas sobre estas temáticas.

Uma injustiça que a tenha deixado indignada recentemente
A violência com que foi tratada a artista trans Keyla Brasil após a sua ocupação do palco no São Luiz. O nível avassalador de transfobia da sociedade portuguesa e do seu comentariado mediático e a cobardia e moleza moral de pessoas que pensávamos ser aliadas. Choca-me o nível de normalização e de impunidade do discurso transfóbico. A transfobia mata.

O que lhe dá esperança num mundo mais igualitário?
Nas manifestações e nos grupos ativistas sou testemunha de uma nova geração, mais do que pronta a tomar as rédeas das lutas pela Igualdade, com convicção e muita criatividade. Emocionam-me e dão-me esperança.

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Jl 1399

Jl 1399

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

“Cacau”: Cacau volta para Itacaré com Sal sem saber os planos da irmã

“Cacau”: Cacau volta para Itacaré com Sal sem saber os planos da irmã

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

Diana Chaves confessa que casamento de Elisabete e Francisco foi

Diana Chaves confessa que casamento de Elisabete e Francisco foi "constrangedor"

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1629

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1629

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Hipertensão arterial: procedimento

Hipertensão arterial: procedimento "minimamente invasivo" melhora significativamente a qualidade de vida dos doentes

Transparência do

Transparência do "look" de Bella Hadid dá que falar na passadeira vermelha de Cannes

Peugeot melhora condições de garantia para todos os 100% elétricos

Peugeot melhora condições de garantia para todos os 100% elétricos

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

Passatempo: ganha convites duplos para 'IF - Amigos Imaginários'

Passatempo: ganha convites duplos para 'IF - Amigos Imaginários'

No dia em que celebram 20 anos de casados, recorde os melhores momentos do casamento de Letizia e Felipe VI na Catedral de Almudena

No dia em que celebram 20 anos de casados, recorde os melhores momentos do casamento de Letizia e Felipe VI na Catedral de Almudena

AI Act: Europa dá 'luz verde' final à legislação sobre Inteligência Artificial

AI Act: Europa dá 'luz verde' final à legislação sobre Inteligência Artificial

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

Auditoras falharam a identificar 75% dos colapsos de empresas

Auditoras falharam a identificar 75% dos colapsos de empresas

Os ténis

Os ténis "mais cómodos do mundo" e os favoritos do rei Filipe VI são fabricados em Portugal

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

Apple prepara iPhone dobrável com ecrã que se regenera

Apple prepara iPhone dobrável com ecrã que se regenera

Lisbon Design Week, evento dedicado ao design e artesanato contemporâneo

Lisbon Design Week, evento dedicado ao design e artesanato contemporâneo

Dentro de uma estação de cabos submarinos

Dentro de uma estação de cabos submarinos

Uma turma com muita poesia

Uma turma com muita poesia

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Humor e irreverência em iluminação

Humor e irreverência em iluminação

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Flipper Zero: Conheça o gadget dos hackers

Flipper Zero: Conheça o gadget dos hackers

Vida lá fora: já tem o seu chapéu de sol?

Vida lá fora: já tem o seu chapéu de sol?

Energia para Mudar: a descida dos preços dos carros elétricos e dos carregamentos

Energia para Mudar: a descida dos preços dos carros elétricos e dos carregamentos

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

Clive Owen é Monsieur Spade na nova série do TVCine Edition

Clive Owen é Monsieur Spade na nova série do TVCine Edition

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Beatrice Borromeo e Pierre Casiraghi, os príncipes de Cannes

Beatrice Borromeo e Pierre Casiraghi, os príncipes de Cannes

Inês vive susto na lua de mel com Paulo em “Casados à Primeira Vista”

Inês vive susto na lua de mel com Paulo em “Casados à Primeira Vista”

Ex-gestor da Santa Casa no Brasil denunciou ameaças à PSP

Ex-gestor da Santa Casa no Brasil denunciou ameaças à PSP

The Largo, no Porto: Uma casa na cidade

The Largo, no Porto: Uma casa na cidade

Os retratos nunca antes vistos da família real britânica

Os retratos nunca antes vistos da família real britânica

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

A grande exposição de Pedro Cabrita Reis

A grande exposição de Pedro Cabrita Reis

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites