iStock_000057969100_Large.jpg

Existe uma fase que se inicia cerca de 2 a 5 dias após o parto denominada por Baby Blues. É uma fase perfeitamente natural decorrente de um pós-parto, mas se os sintomas não desaparecem após algumas semanas ou se se intensificam, poderá estar presente uma depressão pós-parto. Este tipo de depressão pode interferir com a capacidade para cuidar do bebé, por isso é extremamente importante que se tenha ajuda imediata.

Com apoio familiar e profissional adequado, a mãe, poderá voltar com confiança ao seu papel maternal.

Baby Blues

Acabamos de ter o nosso filho e de acordo com o que nos transmitem verbal e não verbalmente, é suposto que estejamos a celebrar a chegada deste novo membro da família com os nossos amigos e família. Mas ao contrário de grandes festejos, só nos apetece chorar. Estávamos preparadas para a alegria e celebração, e não exaustão, ansiedade e choro. Certo? Estávamos preparadas para a construção de um novo amor isento de significativas problemáticas subjacentes, mas em vez disso, iniciamos essa construção quebradas numa realidade hostil e nulamente confortável.

Embora possamos não estar preparadas, estas repentinas e frequentes mudanças de humor são comuns nas mães que o foram recentemente.

O Baby blues não tem ainda uma tradução consensual. Trata-se de uma condição benigna que se inicia nos primeiros dias após o parto, com duração de alguns dias a poucas semanas. É de leve intensidade e não requer, normalmente, o uso de medicação.

A grande maioria das mães numa fase recente da maternidade experimenta pelo menos alguns sintomas decorrentes deste, nomeadamente, tristeza, dificuldade em dormir, irritabilidade, alterações do apetite e problemas de concentração.

Para terem uma noção, entre as mulheres que acabam de ser mães, aproximadamente de 50 a 85%, experienciam esta condição após o parto (Mehta e Sheth, 2006).

Desta forma, tenham a noção de que, se passarem por esta fase não é caso para alarme, pois é provável que virão a sentir-se melhores assim que as hormonas equilibrarem, sendo que, o apoio dos que a rodeiam, especialmente do seu companheiro, é essencial e suficiente para ultrapassar esta fase.

Contudo, convém estar atenta ao tempo que este período predomina na sua vida. Pois se demorar mais do que 2-4 semanas, então convém procurar apoio especializado (Psicólogo/ Médico de Família/Psiquiatra). Poderá estar perante uma Depressão pós-parto.

Depressão Pós-Parto

A Depressão pós-parto é um problema sério que não deverá ser ignorado. Contudo nem sempre é fácil distinguir entre Baby Blues e Depressão pós-parto.

No início, uma depressão pós-parto pode ser semelhante ao Baby Blues. Afinal ambas as situações partilham muitos sinais e sintomas, incluindo as alterações do humor, choro frequente, ansiedade, tristeza, insónia e irritabilidade. A diferença está na severidade e maior duração da sintomatologia no caso da depressão pós-parto.

Exemplo de alguns sinais e sintomas típicos da depressão pós-parto são:

• Falta de interesse no bebé;
• Sentimentos negativos para com o bebé;
• Grande preocupação relativamente à incapacidade de cuidar do bebé;
• Falta de interesse em si própria;
• Falta de energia e motivação;
• Sentimentos de inutilidade e culpa;
• Alterações no apetite ou peso;
• Dormir mais ou menos do que o habitual;
• Pensamentos recorrentes de morte ou suicídio.

A depressão pós-parto surge normalmente pouco depois do nascimento do bebé e desenvolve-se num período de vários meses. Mas também pode surgir repentinamente, e em algumas mulheres os primeiros sinais só aparecem após vários meses de terem sido mães. Para além disso, as causas da depressão pós-parto ainda permanecem pouco claras, no entanto, são apontadas vários tipos de alterações a nível físico, psicológico e social.

Ana Vale

Enfermeira | Autora do blog “Mulher, Filha e Mãe”

Site do blog:

http://mulherfilhamae.blogs.sapo.pt/

Movimento Depressão Pós-Parto: http://mulherfilhamae.blogs.sapo.pt/movimento-o-que-e-que-tu-sabes-sobre-76842

Baby blues e Depressão Pós-parto: Duas realidades (muito) diferentes.

Como temos vindo a falar consecutivamente, existe um momento após o parto que pode vir a ser muito stressante não só para a mãe, como para o pai e toda a família envolvente e presente.

A verdade é que ter um bebé é por si só stressante! Não interessa o quanto se desejou este momento ou o quanto se ama esse filho.

Existe uma fase que se inicia cerca de 2 a 5 dias após o parto denominada por Baby Blues. É uma fase perfeitamente natural decorrente de um pós-parto, mas se os sintomas não desaparecem após algumas semanas ou se se intensificam, poderá estar presente uma depressão pós-parto. Este tipo de depressão pode interferir com a capacidade para cuidar do bebé, por isso é extremamente importante que se tenha ajuda imediata.

Com apoio familiar e profissional adequado, a mãe, poderá voltar com confiança ao seu papel maternal.

Baby Blues

Já falámos muito por aqui sobre este tema e iremos continuar a falar muito mais!

Acabamos de ter o nosso filho e de acordo com o que nos transmitem verbal e não verbalmente, é suposto que estejamos a celebrar a chegada deste novo membro da família com os nossos amigos e família. Mas ao contrário de grandes festejos, só nos apetece chorar. Estávamos preparadas para a alegria e celebração, e não exaustão, ansiedade e choro. Certo? Estávamos preparadas para a construção de um novo amor isento de significativas problemáticas subjacentes, mas em vez disso, iniciamos essa construção quebradas numa realidade hostil e nulamente confortável.

Embora possamos não estar preparadas, estas repentinas e frequentes mudanças de humor são comuns nas mães que o foram recentemente.

O Baby blues não tem ainda uma tradução consensual. Trata-se de uma condição benigna que se inicia nos primeiros dias após o parto, com duração de alguns dias a poucas semanas. É de leve intensidade e não requer, normalmente, o uso de medicação.

A grande maioria das mães numa fase recente da maternidade experimenta pelo menos alguns sintomas decorrentes deste, nomeadamente, tristeza, dificuldade em dormir, irritabilidade, alterações do apetite e problemas de concentração.

Para terem uma noção, entre as mulheres que acabam de ser mães, aproximadamente de 50 a 85%, experienciam esta condição após o parto (Mehta e Sheth, 2006).

Desta forma, tenham a noção de que, se passarem por esta fase não é caso para alarme, pois é provável que virão a sentir-se melhores assim que as hormonas equilibrarem, sendo que, o apoio dos que a rodeiam, especialmente do seu companheiro, é essencial e suficiente para ultrapassar esta fase.

Contudo, convém estar atenta ao tempo que este período predomina na sua vida. Pois se demorar mais do que 2-4 semanas, então convém procurar apoio especializado (Psicólogo/ Médico de Família/Psiquiatra). Poderá estar perante uma Depressão pós-parto.

Depressão Pós-Parto

A Depressão pós-parto é um problema sério que não deverá ser ignorado. Contudo nem sempre é fácil distinguir entre Baby Blues e Depressão pós-parto.

No início, uma depressão pós-parto pode ser semelhante ao Baby Blues. Afinal ambas as situações partilham muitos sinais e sintomas, incluindo as alterações do humor, choro frequente, ansiedade, tristeza, insónia e irritabilidade. A diferença está na severidade e maior duração da sintomatologia no caso da depressão pós-parto.

Exemplo de alguns sinais e sintomas típicos da depressão pós-parto são:

• Falta de interesse no bebé;
• Sentimentos negativos para com o bebé;
• Grande preocupação relativamente à incapacidade de cuidar do bebé;
• Falta de interesse em si própria;
• Falta de energia e motivação;
• Sentimentos de inutilidade e culpa;
• Alterações no apetite ou peso;
• Dormir mais ou menos do que o habitual;
• Pensamentos recorrentes de morte ou suicídio.

A depressão pós-parto surge normalmente pouco depois do nascimento do bebé e desenvolve-se num período de vários meses. Mas também pode surgir repentinamente, e em algumas mulheres os primeiros sinais só aparecem após vários meses de terem sido mães. Para além disso, as causas da depressão pós-parto ainda permanecem pouco claras, no entanto, são apontadas vários tipos de alterações a nível físico, psicológico e social.

Ana Vale

Enfermeira | Autora do blog “Mulher, Filha e Mãe”

Movimento Depressão Pós-Parto

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

As melhores imagens do NOS Alive 2024 para mais tarde recordar

As melhores imagens do NOS Alive 2024 para mais tarde recordar

Abrir a porta à Europa e ao Mundo. Como Portugal se tornou num hub de interconexão de dados

Abrir a porta à Europa e ao Mundo. Como Portugal se tornou num hub de interconexão de dados

Pequeno satélite português já está no Espaço

Pequeno satélite português já está no Espaço

Cláudia Vieira fala-nos do seu visual festivaleiro

Cláudia Vieira fala-nos do seu visual festivaleiro

Letizia, Leonor e Sofia, três

Letizia, Leonor e Sofia, três "looks" bem distintos

Solidão a longo prazo aumenta o risco de AVC, demonstra novo estudo

Solidão a longo prazo aumenta o risco de AVC, demonstra novo estudo

Sebastião da Gama - Carne e espírito na Arrábida

Sebastião da Gama - Carne e espírito na Arrábida

As férias paradisíacas de Fernanda Serrano na Sardenha, em Itália

As férias paradisíacas de Fernanda Serrano na Sardenha, em Itália

Adia várias vezes o alarme de manhã? O problema que pode estar por detrás da

Adia várias vezes o alarme de manhã? O problema que pode estar por detrás da "mania"

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Hellblade II: Um jogo arrepiante com gráficos ultrarrealistas

Hellblade II: Um jogo arrepiante com gráficos ultrarrealistas

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Camilla celebra 77.º aniversário

Camilla celebra 77.º aniversário

No restaurante Éter, no Porto, o vinho é que manda

No restaurante Éter, no Porto, o vinho é que manda

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição  de barcos elétricos

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição de barcos elétricos

Concept store: a Caju Comporta celebra cinco anos com novo espaço

Concept store: a Caju Comporta celebra cinco anos com novo espaço

Teresa Guilherme defende Catarina Miranda e arrasa Cristina Ferreira:

Teresa Guilherme defende Catarina Miranda e arrasa Cristina Ferreira: "Não precisa ouvir isto da boca de uma apresentadora que não tem motivos para achar coisa nenhuma"

Renovar os votos na Cevicheria, uma década depois

Renovar os votos na Cevicheria, uma década depois

Tribunal chumbou providência cautelar da Câmara de Montalegre que tentava travar mina de lítio

Tribunal chumbou providência cautelar da Câmara de Montalegre que tentava travar mina de lítio

Oppo Reno12 Pro: Inteligência quase no ponto

Oppo Reno12 Pro: Inteligência quase no ponto

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

VOLT Live: Musk chegou a Portugal de jato privado, mas nós voámos de elétrico

VOLT Live: Musk chegou a Portugal de jato privado, mas nós voámos de elétrico

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Biovance: primeiro fundo português de investimento em biotecnologia arranca com €51 milhões

Biovance: primeiro fundo português de investimento em biotecnologia arranca com €51 milhões

Férias com a Covid-19 na bagagem: As ondas, os picos e o que aí vem

Férias com a Covid-19 na bagagem: As ondas, os picos e o que aí vem

The Bear: Uma das melhores séries no streaming está de volta para uma terceira temporada

The Bear: Uma das melhores séries no streaming está de volta para uma terceira temporada

O pormenor amoroso do batizado do filho de Mickael Carreira e Laura Figueiredo

O pormenor amoroso do batizado do filho de Mickael Carreira e Laura Figueiredo

Giorgio Armani celebra o seu 90.º aniversário

Giorgio Armani celebra o seu 90.º aniversário

No restaurante Éter, no Porto, o vinho é que manda

No restaurante Éter, no Porto, o vinho é que manda

Os municípios que dão cartas nas exportações

Os municípios que dão cartas nas exportações

XIV Congresso dos Lusitanistas - lugar de entendimento, agregação e diversidade

XIV Congresso dos Lusitanistas - lugar de entendimento, agregação e diversidade

LG, Sony, TCL e Hisense: Testámos quatro televisores novos em folha

LG, Sony, TCL e Hisense: Testámos quatro televisores novos em folha

Sustentabilidade: Este mar que se esgota

Sustentabilidade: Este mar que se esgota

Aproveite a vida ao ar livre: piqueniques

Aproveite a vida ao ar livre: piqueniques

Verão em movimento: o charme da decoração

Verão em movimento: o charme da decoração

Animais que nos fazem rir!

Animais que nos fazem rir!

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

As subidas dos preços das casas explicadas em cinco gráficos

As subidas dos preços das casas explicadas em cinco gráficos

Alexandra assume sobre casamento com Flávio em

Alexandra assume sobre casamento com Flávio em "Casados à Primeira Vista": "Apeteceu-me dar-lhe um beijo"

Nuno Eiró celebra 50.º aniversário com grande festa e vários famosos

Nuno Eiró celebra 50.º aniversário com grande festa e vários famosos

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Homem do Leme: Artifícios

Homem do Leme: Artifícios

Os alfaiates de violinos

Os alfaiates de violinos

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites