Sarah Jessica Parker, 57 anos

A atriz Bette Davis dizia que envelhecer não é para fracos. E não viveu a era da selfie… Tentar parecer mais jovem por todos os meios é uma opção, mas há cada vez mais mulheres a assumir as marcas da sua idade.

Vamos todos envelhecer: o que, como dizem os humoristas, não é mau considerando a alternativa… Mas a passagem dos anos vai deixando marcas visíveis, com as quais, graças ao aumento da longevidade, vamos ter de viver metade da nossa vida. E com toda a gente a assistir em direto nas redes sociais, o que pode ser um desafio à autoestima, sobretudo para as mulheres. Porque a verdade é que o George Clooney aparece com o cabelo grisalho e rugas e está mais sexy e desejável do que nunca, mas a Sarah Jessica Parker mostra que envelheceu os 24 anos que passaram desde ‘O Sexo e a Cidade’ e cai-lhe o mundo em cima porque “se desleixou”. “A sociedade ainda é substancialmente mais exigente com a corporeidade feminina do que com a masculina”, confirma Cristina Santos, doutorada em sociologia na área do consumo e professora de Publicidade na Universidade Lusófona. “Nós somos mais ansiosas, mais descontentes e mais exigentes com a nossa corporeidade, temos menor autoestima e isso deixa-nos mais fragilizadas em relação a concepções já cristalizadas e enraizadas na sociedade relativamente à aparência. Existe uma trilogia conceptual relativamente à corporeidade feminina: a beleza, a magreza e a juventude.” E nesta trilogia, beleza e juventude ainda estão indissociavelmente ligadas, naquele que é um dos últimos preconceitos sociais em relação às mulheres.

Idade e beleza

Num ensaio no Huffington Post, já com uma década mas que infelizmente não perdeu atualidade, Oprah Winfrey dizia que “uma das mentiras em que acreditamos, e que praticamos e reforçamos, é que envelhecer é ficar mais feia. E a partir daí julgamo-nos a nós e aos outros, tentando agarrar-nos ao que éramos.” E com a cosmética, a cirurgia e a medicina estética a prometer-nos a juventude, é fácil pensar que a única opção em relação aos sinais do envelhecimento é apagá-los. O que é uma opção perfeitamente válida, diga-se, desde que seja feita por uma questão puramente pessoal, de bem-estar e autoestima, e não para agradar a alguém ou ser socialmente mais aceitável. Juventude e beleza não são sinónimos, mas a sociedade quer fazer-nos acreditar que sim.

A luta continua… ou não

“O que é bonito vende mais facilmente e a beleza está associada à juventude. Se repararmos nas narrativas publicitárias nessa área, muitas vezes existe um discurso bélico”, diz Cristina Santos. “O conceito da juventude é muitas vezes conceptualizado metaforicamente como uma guerra: a luta contra o envelhecimento, combata os efeitos do tempo, o sol é o principal inimigo da sua pele, a batalha contra o aumento das rugas… Se repararmos, isto é tudo um discurso que faz com que o envelhecimento seja um inimigo a atacar. A indústria da cosmética também vive muito disso, há aqui um pouco a síndrome do Peter Pan, do eternamente jovem.”

Mas toda esta pressão está a gerar um movimento em sentido contrário, de aceitação do envelhecimento como um processo natural que faz parte da vida e não tem de ser apagado. Não é fácil porque, como diz Cristina Santos, “é difícil garantir esta liberdade e acharmos que o que vemos no espelho não afeta a nossa autoestima. Não basta sentirmo-nos bem, porque esta questão identitária é sempre dual, é o que eu acho sobre mim, mas a opinião dos outros também contribui para essa formação identitária. Mas está provado que, com a idade, as inquietações corporais começam a desvanecer-se, porque as mulheres sentem menos pressão para essa idealização corporal”. E isto é verdade mesmo nesta era de redes sociais e de prevalência da imagem. “Tanto que, normalmente, uma mulher que assume essa posição é aplaudida. As marcas que assumem essa posição são aplaudidas. Há cada vez mais recetividade à aceitação e valorização das imperfeições corporais, sendo que a idade é vista como uma imperfeição corporal pela sociedade. Existe uma maior libertação para essa pluralidade e para as mulheres assumirem a sua idade. E tende-se a aplaudir as mulheres que assumem e que evitam a camuflagem da idade. Mas também se aplaudem as outras… Quando eu sigo influencers pode ser por diversos motivos: umas pode ser no sentido da identificação porque me representam, outras no sentido aspiracional porque me fazem sonhar.”

Uma nova forma de envelhecer

Segundo a ONU, no final deste século a maioria da população mundial terá mais de 65 anos. A velhice e os seus sinais tornar-se-ão mais comuns e, naturalmente, mais aceitáveis. “O que é hoje a exceção, que são mulheres que assumem as suas rugas e os seus cabelos brancos, creio que daqui a uns anos vai ser a regra”, diz Cristina Santos. “Claro que, com as redes sociais, vai demorar um pouco mais, as pessoas preferem sempre seguir as mulheres e os lifestyles que as fazem sonhar. Vivemos na dualidade de assumir o nosso eu que é decorrente da passagem do tempo, mas por outro lado ambicionamos que o tempo não passe. As gerações seguintes já vão achar normal uma mulher assumir a sua idade. A sociedade exige representatividade. Até agora as imperfeições, e a velhice era considerada uma imperfeição, não tinham palco, hoje em dia caminhamos para a visibilidade. Vemos estas mulheres mais velhas representadas na publicidade, nas telenovelas, nos filmes… Acredito que daqui a uns anos as mulheres vão ter orgulho nas suas rugas, no que cada uma delas representa, a experiência de vida. Mas este é um processo longo…” 

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Encha a casa de verde, inspire-se na Natureza

Encha a casa de verde, inspire-se na Natureza

'O Principezinho': um livro que fica na memória

'O Principezinho': um livro que fica na memória

“A Madrugada que Eu Esperava”: Novas canções de Abril no Teatro Maria Matos

“A Madrugada que Eu Esperava”: Novas canções de Abril no Teatro Maria Matos

Atualização de software da Tesla corrige problemas de bateria no frio extremo

Atualização de software da Tesla corrige problemas de bateria no frio extremo

Desfile de famosos na passadeira dos SAG Awards

Desfile de famosos na passadeira dos SAG Awards

Letizia exibe novo corte de cabelo

Letizia exibe novo corte de cabelo

Urgências passam na sexta-feira a poder passar baixas exceto a pulseiras azuis e verdes

Urgências passam na sexta-feira a poder passar baixas exceto a pulseiras azuis e verdes

Celebridades rendem-se às transparências no desfile de Saint Laurent

Celebridades rendem-se às transparências no desfile de Saint Laurent

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Arte e arquitetura (ou vice-versa) nas duas primeiras exposições na Ala Álvaro Siza

Arte e arquitetura (ou vice-versa) nas duas primeiras exposições na Ala Álvaro Siza

Amplitude e luminosidade, num apartamento em São Paulo, Brasil

Amplitude e luminosidade, num apartamento em São Paulo, Brasil

Novo Zenbook Duo, o portátil de fusão da Asus, chega em março a Portugal

Novo Zenbook Duo, o portátil de fusão da Asus, chega em março a Portugal

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

Em “Senhora do Mar”: Alex é espancado e Paula descobre toda a verdade

Em “Senhora do Mar”: Alex é espancado e Paula descobre toda a verdade

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

Não vamos mexer na lei do aborto porque é

Não vamos mexer na lei do aborto porque é "assunto arrumado" - Montenegro

"Mary Poppins" já não é para ser visto por crianças sem adultos ao lado. O que levou o Reino Unido a alterar a classificação etária do filme

Brinquedos didáticos, livres e que estimulem a criatividade. Onde? Na Color Square

Brinquedos didáticos, livres e que estimulem a criatividade. Onde? Na Color Square

De Madalena Palmeirim a Ty Segall: Quatro discos novos, colheita de 2024

De Madalena Palmeirim a Ty Segall: Quatro discos novos, colheita de 2024

Exame 478 - Março 2024

Exame 478 - Março 2024

"O Chega copia matérias e campanhas do ADN. Estamos a ser roubados por quem tem mais poder"

Rainha Camilla preside à homenagem a Constantino II da Grécia, que reuniu a realeza em Londres

Rainha Camilla preside à homenagem a Constantino II da Grécia, que reuniu a realeza em Londres

Na estreia de

Na estreia de "Duna: Parte Dois" em Nova Iorque, Zendaya volta a surpreender

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Lucros da EDP Renováveis caíram para 513 ME em 2023

Lucros da EDP Renováveis caíram para 513 ME em 2023

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da "passerelle" em Milão

José Neves assume liderança da sua Fundação após saída da Farfetch

José Neves assume liderança da sua Fundação após saída da Farfetch

CGI desenvolve plataforma para AIBILI na área de investigação oftalmológica

CGI desenvolve plataforma para AIBILI na área de investigação oftalmológica

Poesia e estranheza

Poesia e estranheza

Em “Cacau”: Justino volta a andar e pede para salvarem Cacau

Em “Cacau”: Justino volta a andar e pede para salvarem Cacau

Os restaurantes portugueses com estrelas Michelin

Os restaurantes portugueses com estrelas Michelin

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

O Vento Assobiando nas Gruas, entrevista com Jeanne Waltz

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Estranhão’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Estranhão’

Kelly Bailey comenta a aquisição da nova habitação milionária: “Precisávamos de uma casa maior”. Veja as imagens!

Kelly Bailey comenta a aquisição da nova habitação milionária: “Precisávamos de uma casa maior”. Veja as imagens!

Portugal visto pelos estrangeiros

Portugal visto pelos estrangeiros

"O Chega copia matérias e campanhas do ADN. Estamos a ser roubados por quem tem mais poder"

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

AutoFlight realiza voo de táxi aéreo entre duas cidades chinesas

AutoFlight realiza voo de táxi aéreo entre duas cidades chinesas

PR diz que ataques com tinta por ativistas climáticos perderam eficácia

PR diz que ataques com tinta por ativistas climáticos perderam eficácia

Quase metade das pessoas com doença rara não é seguida em centros de referência

Quase metade das pessoas com doença rara não é seguida em centros de referência

Novo Dacia Spring: mais por menos

Novo Dacia Spring: mais por menos

Von der Leyen quer

Von der Leyen quer "decisões audazes e coragem política" para defesa europeia

Exame de março: A economia que Pedro Nuno Santos e Luís Montenegro querem para Portugal

Exame de março: A economia que Pedro Nuno Santos e Luís Montenegro querem para Portugal

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites