Pedir desejos. Ideia muitas vezes associada com o idealismo e a ingenuidade da infância e dos contos de fadas. Como adultos podemos duvidar ou ignorar a atividade de pedir desejos, embora, no fundo, todos continuamos a pedir e a ter sonhos no nosso interior. Desejar é uma tendência humana natural. E pode ser uma boa forma de manter viva a esperança.

Contudo, quantas são as vezes que desejamos sem por em ação na prática os planos para concretizar o que mais queremos? A pergunta natural seguinte a fazer é: se o ser humano deseja naturalmente, como podemos
transformar os nossos desejos em ações? Como devemos utilizar a nossa tendência para pedir desejos e torná-los realidade? Como podemos realmente começar a concretizar?

OS DESEJOS DEVEM COMEÇAR COM A CONTEMPLAÇÃO INTERIOR E COM O CONHECIMENTO DO NOSSO SISTEMA DE VALORES

O primeiro passo para pedir desejos é perguntarmo-nos “O que é que eu quero realmente?”, “Estão os meus desejos realmente de acordo com os meus valores, princípios e coisas que eu considero importantes?”. É essencial (para que se tornem realidade) que os nossos desejos estejam alinhados com as nossas crenças mais profundas.

Às vezes, damos por nós a desejar algo que não queremos realmente. Nem sempre aquele desejo é nosso, muitas vezes, ele é-nos imposto, por motivos familiares, sociais, laborais, por valores culturais, e tantas outras circunstâncias que apenas nos levam a mais uma tentativa de agradar aos outros, esquecendo-nos de nós mesmos e do que realmente queremos.

Nestes casos, uma parte de nós vai internamente resistir e até sabotar que o desejo se torne realidade. Porquê? Porque não é o que NÓS realmente queremos. Antes de começar a desejar, abrande e pare. Pense de quem é realmente a sua aspiração. Se estiver de acordo com as suas crenças e valores profundos, o seu compromisso em torná-lo realidade será, internamente, muito maior.

OS DESEJOS DEVEM INCLUIR A CAPACIDADE DE VISUALIZAR DE FORMA ALINHADA COM OS SEUS VALORES

Visualização. Algo que todos os especialistas em “tornar os desejos realidades” lhe vão dizer que é um ingrediente fundamental. Se não pode imaginar algo a acontecer na sua vida, o mais provável é que não aconteça. Devemos ser capazes de “ver” o resultado final de forma clara e com convicção.

Mas mais importante que isso, devemos percecionar como nos sentimos nesse final, durante o processo, naquela jornada, e com a realização final daquele desejo. E quais as consequências e implicações que isso vai ter para a nossa vida atual: o que vai mudar? O que vou obter? Quais as consequências?

Visualizar não é apenas ser capaz de imaginar algo a acontecer. É uma visão interior a longo prazo que molda o seu caminho. Visualizar de verdade exige paciência e tempo. É uma convicção e compreensão interior de que os desejos não se tornam realidade do dia para a noite. Há um caminho cheio de ações que temos de seguir. E este caminho exige que alinhemos a nossa visão alongo prazo e os nossos objetivos e ações a curto prazo, de forma a conseguir ser consistentes.

Desta forma, quando temos um desejo de longo prazo, devemos tentar criar pequenos passos fáceis de cumprir que nos vão levar até ele. E temos de compreender que o nosso desejo pode exigir paciência e alguns desvios para podermos alcançá-lo, mas nunca “deitar a toalha ao chão”. Paciência e flexibilidade são fundamentais – e a maioria de nós falha nisso!

OS DESEJOS DEVEM CONVIDAR À INTERAÇÃO

Somos humanos. Estamos condenados a cair em hábitos, medos e padrões antigos, a procrastinar ou a perder a motivação. É por isso que não devemos fechar os nossos desejos apenas para nós, devemos envolver os que nos são próximos e fazer com que estas pessoas nos dêem suporte nas alturas mais críticas. É importante ter alguém em quem confiamos que conhece os nossos objetivos a curto e longo prazo e que nos ajuda a ter responsabilidade e honestidade. Quando encontramos uma dificuldade ou deixamos de acreditar nos nossos desejos, ajuda-nos a encontrar novamente a direção certa.

Estas são as pessoas a quem recorremos para obter conselhos e orientação. Podem ser muito úteis para nos dar inspiração, sabedoria e discernimento. Assim, na infância como hoje: pedir desejos é o início da magia. Mas tal como a magia, para que os desejos se tornem realidade, temos de ter determinadas capacidades e praticá-las e dominá-las. Caso contrário, deixamos de acreditar no nosso potencial humano de tornar os desejos realidade. Precisamos, mais do que de magia e génios da lâmpada, de encontrar a nossa clareza e visão interior e de nos rodear de pessoais reais que nos apoiam e acreditam em nós. E aí podemos sentir a magia de ver os nossos (os que são realmente nossos) desejos tornarem se realidade, como nas melhores memórias da nossa infância!

Lúcia Palma
Coach ICC n.º 14551

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Raquel Prates assume: “Tenho uma enorme admiração pela filha do Juan”

Raquel Prates assume: “Tenho uma enorme admiração pela filha do Juan”

Presidente da Assembleia da República participa no desfile do 25 de Abril na  Avenida da Liberdade

Presidente da Assembleia da República participa no desfile do 25 de Abril na Avenida da Liberdade

Cristina Ferreira arrasa com vestido de 1130 euros na “Web Summit”

Cristina Ferreira arrasa com vestido de 1130 euros na “Web Summit”

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

A reinvenção das imagens

A reinvenção das imagens

Bougain: Um ano a reavivar a História em Cascais

Bougain: Um ano a reavivar a História em Cascais

No Porto, interiores com identidade clássica e conforto intemporal

No Porto, interiores com identidade clássica e conforto intemporal

Joana Amaral Dias é a candidata do ADN às eleições europeias (com vídeo)

Joana Amaral Dias é a candidata do ADN às eleições europeias (com vídeo)

Lugar reservado: seleção de 27 cadeiras e poltronas

Lugar reservado: seleção de 27 cadeiras e poltronas

Na CARAS desta semana, o casamento de sonho de Dânia Neto e Luís Matos Cunha

Na CARAS desta semana, o casamento de sonho de Dânia Neto e Luís Matos Cunha

Ex-assistente de Meghan comenta as acusações de 'bullying'

Ex-assistente de Meghan comenta as acusações de 'bullying'

Molas de cabelo: 15 versões do acessório-estrela da estação

Molas de cabelo: 15 versões do acessório-estrela da estação

EXCLUSIVO: “Big Brother” - Catarina Miranda deixou um namorado cá fora e tem uma relação tensa com a mãe

EXCLUSIVO: “Big Brother” - Catarina Miranda deixou um namorado cá fora e tem uma relação tensa com a mãe

Operação Influencer: Tribunal diz que não há indícios de nenhum crime

Operação Influencer: Tribunal diz que não há indícios de nenhum crime

As melhores imagens da equipa PRIO - Exame Informática - Peugeot no Eco Rally Portugal

As melhores imagens da equipa PRIO - Exame Informática - Peugeot no Eco Rally Portugal

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

A gestão aos gestores

A gestão aos gestores

Caras conhecidas atentas a tendências de moda

Caras conhecidas atentas a tendências de moda

Sony A6700 em teste: Vídeo cinemático

Sony A6700 em teste: Vídeo cinemático

Da Índia com sabor

Da Índia com sabor

Daniela Ventura denuncia guerra com os sete irmãos: “Pedi-lhes ajuda e não me ajudaram”

Daniela Ventura denuncia guerra com os sete irmãos: “Pedi-lhes ajuda e não me ajudaram”

“Juntos temos mais impacto”: conversa com Paz Braga

“Juntos temos mais impacto”: conversa com Paz Braga

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Recorde alguns dos melhores 'looks' de Anya Taylor-Joy

Recorde alguns dos melhores 'looks' de Anya Taylor-Joy

Aldina Duarte: “Para gravar um disco tenho de querer dizer alguma coisa às pessoas”

Aldina Duarte: “Para gravar um disco tenho de querer dizer alguma coisa às pessoas”

Passatempo: ganha convites para 'A Grande Viagem 2: Entrega Especial'

Passatempo: ganha convites para 'A Grande Viagem 2: Entrega Especial'

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

MNE e homólogos da UE reúnem-se hoje para discutir escalada

MNE e homólogos da UE reúnem-se hoje para discutir escalada "sem precedentes" no Médio Oriente

Rir é com ela!

Rir é com ela!

Liga dos Bombeiros defende que Governo devia acabar com agência de fogos rurais

Liga dos Bombeiros defende que Governo devia acabar com agência de fogos rurais

No primeiro dia de visita aos Países Baixos, Letizia surpreende com ombros nus e saia prateada

No primeiro dia de visita aos Países Baixos, Letizia surpreende com ombros nus e saia prateada

Capitão Salgueiro Maia

Capitão Salgueiro Maia

Sony Bravia traz o cinema para casa com novos televisores e barras de som

Sony Bravia traz o cinema para casa com novos televisores e barras de som

As imagens do

As imagens do "momento Notre-Dame" de Copenhaga: o edifício da Bolsa de Valores da Dinamarca, um dos mais antigos do país, em chamas

Como deve escolher bem o seu próximo powerbank?

Como deve escolher bem o seu próximo powerbank?

Enfermeiros alertam para falta de qualidade nas urgências de Leiria

Enfermeiros alertam para falta de qualidade nas urgências de Leiria

Época balnear não se pode restringir só ao verão diz a Federação Nadadores Salvadores

Época balnear não se pode restringir só ao verão diz a Federação Nadadores Salvadores

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

O que os preços do petróleo dizem sobre o conflito no Médio Oriente?

O que os preços do petróleo dizem sobre o conflito no Médio Oriente?

Tesla introduz Model Y Long Range Tração traseira em Portugal

Tesla introduz Model Y Long Range Tração traseira em Portugal

Portugal visto pelos estrangeiros

Portugal visto pelos estrangeiros

IPO do Porto vai criar Conselho Consultivo do Doente

IPO do Porto vai criar Conselho Consultivo do Doente

25 de Abril contado em livros

25 de Abril contado em livros

VOLT Live: reparação, atualização e segunda vida das baterias

VOLT Live: reparação, atualização e segunda vida das baterias

A tua VISÃO Júnior de abril vale um bilhete para a Jumpyard!

A tua VISÃO Júnior de abril vale um bilhete para a Jumpyard!

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites