@matildadjerf

Falar da síndrome do impostor (“SI”) é falar de todos aqueles que sentem que não merecem as oportunidades que ganharam e construíram, para as quais trabalharam e são competentes. É falar de todos aqueles que carregam um medo de terrível de errar, mesmo quando fazem tudo certo, e que vivem na ansiedade mortífera de falhar, sem razão aparente. Vários estudos indicam que 70% das pessoas sofreram com SI em um ou mais momentos da sua vida.

Afinal, em que consiste este síndrome?

A Síndrome do Impostor é uma experiência interna caracterizada por um conjunto de crenças e pensamentos que impedem as pessoas de assimilar suas conquistas, elogios e sucessos, apesar de haver evidências em contrário. Eles tendem a minimizar e minar seu próprio sucesso.

Esta síndrome ficou conhecida e referenciada na literatura científica no final da década de 1970 pelas psicólogas clínicas Pauline Clance e Suzanne Imes quando observaram diferentes personalidades da área do cinema, incapazes de aceitar seu sucesso, atribuindo as suas realizações à sorte, ao invés de reconhecer a sua habilidade, temendo ser uma fraude.

As principais características da SI são crenças, pensamentos ou sentimentos, tais como:
• Os outros têm uma visão exagerada de si e das suas capacidades.
• “Você inevitavelmente irá dececionar todo o mundo”.
• A sua capacidade de fazer algo nega o seu valor.
• Medo exagerado de errar, associado a sintomas de ansiedade (exemplo: serei demitido do meu emprego se não fizer X; ou não conseguirei a promoção porque cheguei a uma reunião cinco minutos atrasado).
• Acha que tudo o que conquistou se deve à sorte;

É importante notar que cada pessoa experimenta a síndrome do impostor de maneira diferente e com intensidade variável.

Existem também diferentes tipos de “impostores”:
• O perfeccionista: procuram sempre que as coisas saiam “perfeitamente”. A sua principal preocupação é “como” algo é feito. Um pequeno erro ou defeito é suficiente para classificá-lo como um fracasso e leva a sentimentos de vergonha e culpa.
• O especialista: procuram saber tudo. A sua principal preocupação é sobre “o que” e “quanto” eles sabem ou podem fazer. Diante da menor falta de conhecimento sobre algo, eles se sentem um fracasso.
• O solista: são as pessoas que precisam de fazer as coisas sozinhos, sem ajuda de ninguém. A sua principal preocupação é “quem” completa o trabalho. Se alguém os ajuda, eles interpretam isso como um sinal da sua fraqueza e fracasso.
• O génio natural: todos aqueles que visam alcançar seus objetivos de forma rápida e sem esforço. Eles começam a duvidar de si mesmos e ficam muito envergonhados quando as coisas começam a ficar difíceis, ou não conseguem na primeira tentativa.
• O Super Homem / A Super Mulher: são as pessoas que baseiam o seu sucesso em quantos papéis diferentes eles podem desempenhar. Precisa ser um bom pai/mãe, filho, companheiro, chefe, irmão e/ou amigo, entre outros. Eles sempre trabalham mais e não tiram dias de folga. Se eles não podem desempenhar nenhum dos muitos papéis perfeitamente, eles se sentem uma fraude completa

Durante a nossa vida, seja no âmbito profissional ou pessoal, existem várias razões pelas quais experimentamos a SI, tais como:
• Situações de Transição ou mudança (Um novo emprego, um novo papel ou uma mudança na sua vida pessoal, como se tornar pai ou mãe, pode desencadear ou aumentar esses sentimentos. Todos esses eventos nos empurram para fora da nossa zona de conforto.)
• Normas tradicionais de género (exemplo: Há menos mulheres do que homens em cargos de chefia. Apesar dos avanços neste campo, o sucesso da mulher na carreira é comparado ao impacto que isso poderá ter na sua família, o que não acontece com os homens. Esses tipos de mensagens conflitantes impedem as mulheres de assumirem posições de sucesso.)
• Minorias (situações em que é o único com determinada opinião ou em determinado contexto: exemplo – trabalhar numa equipa onde é a única pessoa de cor diferente.)

Isso pode fazê-lo sentir como se não pertencesse, apesar das suas qualificações e conquistas. Pode parecer que representa não apenas a si mesmo, mas um grupo social, aumentando a pressão. Chegados a este ponto cabe perguntar: Síndrome do impostor, será que eu tenho? Considere as seguintes questões:

• Sinto que as oportunidades que tive até agora se devem à sorte?
• Quando tenho novos desafios, duvido da minha capacidade de enfrentá-los?
• Estou desmotivado para novas oportunidades?
• Acho que as coisas que foram bem no passado vão dar errado agora?
• Preocupa-me que as pessoas descubram que sou uma fraude?
• Comparo-me com outras pessoas?
• Não estou satisfeito com as coisas que faço?
• Acho que não mereço o sucesso que tive?

Se respondeu “Sim” a várias perguntas, é provável se sinta um impostor na sua própria história de vida e conquistas. Para combater a SI é importante questionar e reformular pensamentos:

• Esse pensamento é realmente verdadeiro?
• O que estou a sentir está relacionado a uma situação específica? Por quê?
• Como este pensamento me ajuda ou me atrapalha?
• Existe uma maneira alternativa de olhar para a situação?

Reconheça seus sucessos. Da próxima vez que o parabenizarem ou elogiarem tente dizer obrigado com um sorriso, já será uma grande mudança. E, se algum dos seus esforços não tiver dado certo ou o resultado esperado, pense sempre no que pode aprender com esta situação. O seu esforço também deve ser comemorado e
reconhecido.

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

Celebridades vestem-se a rigor para o desfile pré-outono 2024 da Dior, em Nova Iorque

Celebridades vestem-se a rigor para o desfile pré-outono 2024 da Dior, em Nova Iorque

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

PM e presidente do Conselho Europeu encontram-se na quarta-feira de tarde

PM e presidente do Conselho Europeu encontram-se na quarta-feira de tarde

Juice Ultra 2: Uma nova forma de carregar carros elétricos

Juice Ultra 2: Uma nova forma de carregar carros elétricos

Descoberto buraco negro estelar massivo na nossa galáxia

Descoberto buraco negro estelar massivo na nossa galáxia

Inspire-se no

Inspire-se no "look" de Maria Cerqueira Gomes

Angie Costa deixa internautas em lágrimas. Saiba porquê

Angie Costa deixa internautas em lágrimas. Saiba porquê

Lá fora, a vida a acontecer

Lá fora, a vida a acontecer

JL 1395

JL 1395

Segurança Social: As propostas que podem mexer com a sua reforma

Segurança Social: As propostas que podem mexer com a sua reforma

Na estreia do seu novo filme, Zendaya surpreende na passadeira vermelha com vestido inspirado no ténis

Na estreia do seu novo filme, Zendaya surpreende na passadeira vermelha com vestido inspirado no ténis

Artur Jorge: o exercício físico da poesia

Artur Jorge: o exercício físico da poesia

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

As memórias de Manuel Alegre

As memórias de Manuel Alegre

Dânia Neto e Luís Matos Cunha casaram-se

Dânia Neto e Luís Matos Cunha casaram-se

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Produção responsável a celebrar o Dia Mundial da Terra

Produção responsável a celebrar o Dia Mundial da Terra

40 empresas portuguesas marcam presença na 62ª edição do Salão do Móvel de Milão

40 empresas portuguesas marcam presença na 62ª edição do Salão do Móvel de Milão

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Plataforma de exercício físico da Actif consegue certificação do Infarmed

Plataforma de exercício físico da Actif consegue certificação do Infarmed

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

Aldina Duarte: “Para gravar um disco tenho de querer dizer alguma coisa às pessoas”

Aldina Duarte: “Para gravar um disco tenho de querer dizer alguma coisa às pessoas”

Inspire-se no

Inspire-se no "look" de Maria Cerqueira Gomes

Tony Carreira despede-se de grande amiga

Tony Carreira despede-se de grande amiga

XPENG: mais uma marca chinesa que chega a Portugal

XPENG: mais uma marca chinesa que chega a Portugal

X poderá cobrar uma taxa a novos utilizadores ativos

X poderá cobrar uma taxa a novos utilizadores ativos

Bougain: Um ano a reavivar a História em Cascais

Bougain: Um ano a reavivar a História em Cascais

Hotel Fortaleza do Guincho: Um clássico renovado

Hotel Fortaleza do Guincho: Um clássico renovado

Rir é com ela!

Rir é com ela!

A tua VISÃO Júnior de abril vale um bilhete para a Jumpyard!

A tua VISÃO Júnior de abril vale um bilhete para a Jumpyard!

Em “Cacau”: Regina aponta uma arma a Marco para proteger Cacau

Em “Cacau”: Regina aponta uma arma a Marco para proteger Cacau

VOLT Live: reparação, atualização e segunda vida das baterias

VOLT Live: reparação, atualização e segunda vida das baterias

Em “Cacau”: Sal descobre traição de Rui e pede o divórcio

Em “Cacau”: Sal descobre traição de Rui e pede o divórcio

Época balnear não se pode restringir só ao verão diz a Federação Nadadores Salvadores

Época balnear não se pode restringir só ao verão diz a Federação Nadadores Salvadores

Novo estudo explica relação especial entre os homens e os cães

Novo estudo explica relação especial entre os homens e os cães

VISÃO Júnior de abril de 2024

VISÃO Júnior de abril de 2024

"Em matérias de vida e de morte, o País não pode andar para a frente e para trás"

Investigação clínica e medicina de precisão são

Investigação clínica e medicina de precisão são "apostas críticas" do IPO do Porto

A gestão aos gestores

A gestão aos gestores

Fed e BCE em direções opostas?

Fed e BCE em direções opostas?

Portugueses entre os que menos solicitam o

Portugueses entre os que menos solicitam o "direito ao esquecimento" na Internet

Israel: Portugal admite

Israel: Portugal admite "muita preocupação" mas tem reservas de gás e petróleo a 90%

Sim, a voz também envelhece: Os sintomas e o que fazer

Sim, a voz também envelhece: Os sintomas e o que fazer

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites