Bom condutor, bom amante? Descubra já!

O Apressadinho Apita ao da frente, apita ao de trás, apita ao do lado, e se há coisa que lhe transtorna a cabeça é ter alguém à frente. Como normalmente toda a gente que vai na estrada tem alguém à frente, o seu percurso é um constante rol de ultrapassagens e angústias. Se lhe calhou um assim, nem pense em entrar na cama, a não ser que queira o tipo de carro, desculpe, de homem, que só pensa em si próprio, chega lá em 5 minutos, e depois ainda passa a vida a gabar-se dos seus feitos e a achar que é o Casanova.

O Nervoso Estaria na categoria do apressadinho se não tivesse tanto medo de possibilidades que na maioria das vezes não acontecem: matar o polícia, atropelar um cão, meter a marcha-atrás em vez da 5ª, e galgar a faixa da esquerda enquanto está a mudar de CD. Farta-se de travar e vai aos repelões. Não espere um Marquês de Sade: nunca vai fazer nada muito original com medo de lhe desagradar, e passará o tempo todo enervadíssimo a perguntar: "Então, foi bom não foi?"

O Vaidoso Carro, para ele, nunca é menos de um Jaguar, ou quando muito um Volvo (mas não dos cor de laranja com 50 lugares, que são para o povo). Nos semáforos, arranca e mete a primeira sempre a olhar para o carro do lado e a fazer olhinhos à loira, razão pela qual se estampa todas as semanas. Pede imensas desculpas ao condutor da frente, preenche a declaração amigável e, se for mulher, convida-a para ‘tomar um drinque’. Se conseguir prolongar a coisa para além do drinque, é daqueles que faz imensas acrobacias e adora testar coisas novas, mas geralmente diverte-se mais ele do que outra pessoa qualquer…

O Condutor de Fórmula 1 – Diz sempre que se andar a menos de 160 km/h adormece. No dia em que sofrer um desastre, terá morte imediata por colidir a 300 contra uma retroescavadora. É avistado a passar na autoestrada do Norte tão depressa que os outros condutores não se apercebem se é um pássaro, um avião ou o Super-Homem. Vai tão disparado que nunca teve oportunidade de ler aqueles avisos ‘Conduza na faixa da direita’. Anda sempre pela esquerda porque é do lado esquerdo que fica a Via Verde e toda a gente sabe que as faixas do centro/direita são para totós e ele não pode parar nem um segundo, sob o risco de ser desclassificado do ‘Grande Prémio Pato Bravo 2010’. Se arranjar um assim, ou consegue acalmá-lo, ou vai ser daqueles que quando foi, já era.

O Relaxado – Passeia-se ao Domingo pela linha de Sintra a 40 à hora. Tem no assento uma daquelas esteiras de madeira com bolinhas que parecem carraças aglomeradas umas às outras. O Sábado é inteiramente dedicado ao carro, lava-o com balde e esponja, dá-lhe cera de polir e põe os pneus a brilhar com óleo de bebé que aplica com cotonetes em cada sulco, murmurando-lhe palavras de amor ao, enfim, ouvido. Corre o risco de ligar mais ao carro do que a si, mas se conseguir convencê-lo a uma noite romântica, e se ele não estiver completamente esfalfado de pôr óleo com cotonetes nos sulcos, pode ter uma belíssima surpresa.

O Malcriado – É perito em tapar a saída a outros, e quando lhe chamam à atenção acha que ‘as pessoas fazem uma cena por uma coisa de nada’. Claro que, quando lhe tapam a saída a ele, percorre os restaurantes da rua a espumar de raiva e arrasta o condutor pelos colarinhos. Se vai para a Av. Almirante Reis nº53, vai mesmo para a Av. Almirante Reis nº53, e se não houver lugar pára em 1ª, 2ª ou 53ª fila. Acham que se têm carro é para irem de carro a todo o lado, porque andar dois passos lhes faz calos e lhes traz fantasmas de pobreza, têm medo que alguém que eles conheçam os veja andar a pé e pense: ‘olha o Silva não tem carro’. Na cama ele é que manda. É sempre na sua posição preferida, à hora a que lhe apetece mais e as vezes que lhe apetecer. Porque em casa dele ‘ele é que usa as calças’. Arrisca-se a que o mandem mandar para outro lado.

O Assobiador Não, não é o que vai a mandar piropos pela janela, é o que vai a assobiar baixinho o caminho todo, com um ar muito calmo, sem precisar de provar nada, a meter as mudanças como se o carro fosse um prolongamento do seu corpo. Deixe-se ficar depois do pôr do sol, que vai valer a pena.

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

"Cada vez que olharmos para uma tela do Cargaleiro, pensamos que ele ainda fala connosco"

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sabe o que são os padrões obscuros? Conheça a técnica dos sites e apps para manipular os utilizadores

Sabe o que são os padrões obscuros? Conheça a técnica dos sites e apps para manipular os utilizadores

Por um novo acordo verde e social

Por um novo acordo verde e social

Giorgio Armani celebra o seu 90.º aniversário

Giorgio Armani celebra o seu 90.º aniversário

Juros altos por mais tempo?

Juros altos por mais tempo?

12 novas casas de banho funcionais, confortáveis e atraentes

12 novas casas de banho funcionais, confortáveis e atraentes

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Os municípios que dão cartas nas exportações

Os municípios que dão cartas nas exportações

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição  de barcos elétricos

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição de barcos elétricos

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Pequeno satélite português já está no Espaço

Pequeno satélite português já está no Espaço

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

Em “Senhora do Mar”: Joana faz pedido desesperado após adeus a Manuel

Em “Senhora do Mar”: Joana faz pedido desesperado após adeus a Manuel

Curtas de Vila do Conde - Um festival que dá cartas

Curtas de Vila do Conde - Um festival que dá cartas

Um dos sintomas de Covid-19 mais desvalorizado mas a que é preciso estar atento

Um dos sintomas de Covid-19 mais desvalorizado mas a que é preciso estar atento

12 novas casas de banho funcionais, confortáveis e atraentes

12 novas casas de banho funcionais, confortáveis e atraentes

VISÃO Se7e: Passeios de barco e aquários para visitar em família 

VISÃO Se7e: Passeios de barco e aquários para visitar em família 

Investigadores da Universidade de Lisboa recebem apoio para estudar doenças raras em Portugal

Investigadores da Universidade de Lisboa recebem apoio para estudar doenças raras em Portugal

Princesa Leonor condecorada por Marcelo Rebelo de Sousa

Princesa Leonor condecorada por Marcelo Rebelo de Sousa

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

Birkenstock, escritório e showroom, em Amesterdão

Birkenstock, escritório e showroom, em Amesterdão

17 mesas obrigatórias, de Melides a Vila Real de Santo António

17 mesas obrigatórias, de Melides a Vila Real de Santo António

Dias de Jazz: Oito festivais a não perder

Dias de Jazz: Oito festivais a não perder

Em “A Promessa”: Laura emociona-se ao ver Tomás a ser internado à força

Em “A Promessa”: Laura emociona-se ao ver Tomás a ser internado à força

I Congresso Internacional de Lusitanistas

I Congresso Internacional de Lusitanistas

Letizia volta a usar sapatos de salto

Letizia volta a usar sapatos de salto

Albanês vivia há 11 anos em prédio de luxo em Lisboa. É um dos principais líderes da máfia dos Balcãs e tem uma pena por homicídio para cumprir em Itália

Albanês vivia há 11 anos em prédio de luxo em Lisboa. É um dos principais líderes da máfia dos Balcãs e tem uma pena por homicídio para cumprir em Itália

Nestes cinco hotéis pode ir de férias com o seu amigo patudo

Nestes cinco hotéis pode ir de férias com o seu amigo patudo

Sustentabilidade: Este mar que se esgota

Sustentabilidade: Este mar que se esgota

10 animais que resistem ao calor

10 animais que resistem ao calor

15 festivais gastronómicos (para comer e beber bem) do Minho ao Algarve

15 festivais gastronómicos (para comer e beber bem) do Minho ao Algarve

Astronautas retidos na Estação Espacial Internacional até final de julho por problema na Boeing Starliner

Astronautas retidos na Estação Espacial Internacional até final de julho por problema na Boeing Starliner

Tecnologia: A união faz a transição

Tecnologia: A união faz a transição

As escolhas de Letizia e Sofia que não ofuscam Leonor

As escolhas de Letizia e Sofia que não ofuscam Leonor

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Animais que nos fazem rir!

Animais que nos fazem rir!

Em “A Promessa”: Laura impede que Tomás mate Miguel e se suicide

Em “A Promessa”: Laura impede que Tomás mate Miguel e se suicide

Giorgio Armani celebra o seu 90.º aniversário

Giorgio Armani celebra o seu 90.º aniversário

Kiwi contra um dos mais dolorosos efeitos secundários da quimioterapia. O

Kiwi contra um dos mais dolorosos efeitos secundários da quimioterapia. O "método inovador" criado por investigadores portugueses

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Quais as oportunidades na cadeia de valor da indústria espacial?

Quais as oportunidades na cadeia de valor da indústria espacial?

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites