Esta mulher, desconhecida em Portugal, teve uma vida absolutamente extraordinária: em adolescente, Cixi não tinha escolha sobre o seu destino, como milhares de outras mulheres. Escolhida, com a irmã, para concubina do imperador, quando este morre Cixi torna-se de facto, embora não oficialmente, governadora da China durante quase 50 anos, desde 1861 até à sua morte em 1908.

A lenda transmitida no Ocidente mostrava-a como uma pessoa fria e calculista, sanguinária, conservadora e sem escrúpulos, e embora tivesse sido muitas dessas coisas, Cixi também foi responsável por modernizar a Cina de muitas maneiras.

Não estava numa posição fácil: quando o marido morreu o filho era ainda pequenino, e uma mulher no poder, no século XIX, não era comum em lado nenhum do mundo. Para começar, os aspetos práticos não eram, pronto, práticos: por exemplo, como homens e mulheres viviam rigorosame te separados, ela não podia reunir-se normalmente com os seus ministros, e tinha de se sentar atrás de um biombo de seda.

Quando Cixi chegou ao poder, a China debatia-se entre manter um modo de vida tradicional ou abrir portas ao Ocidente. Cixi era conservadora e tentou tudo (mesmo uma revolta sangrenta) para impedir a influência ocidental. Mas acabou por perceber que não havia nada que impedisse o avanço do progresso. Então avançou com a modernização do país, introduzindo a eletricidade e a mineração de carvão, melhorando a educação das raparigas e proibindo o costume de ligar os pés.

Claro que isto não fez dela uma pessoa encantadora: por exemplo, um dia antes de morrer ordenou que o seu sobrinho (designado seu sucessor depois da morte do filho) fosse envenenado (explicação: ele estava nas mãos dos japoneses e Cixi não queria que a China fosse dominada pelo Japão depois da sua morte).

Portanto, como tantas rainhas fortes antes de si, acabou por morrer sem ter treinado ninguém como sucessor. Sucedeu-lhe um sobrinho-neto de apenas 2 anos, que seia (lembram-se do filme?) o último imperador da China, até 1912, quando se deu a Revolução Chinesa.

Claro que estes são os factos contados com frieza. Pearl Buck traz-nos muito mais do que factos: traz-nos a descrição de ambientes e personagens, todos os pormenores da corte chinesa, as intrigas, as maquinações, a velocidade dos acontecimentos. Tudo é pormenorizado, colorido, exótico, e desde a primeira página que somos mergulhados na China Imperial. Um romance histórico tem sobre nós este fascínio de funcionar como uma máquina do tempo: entramos no livro e saímos diretamente para outro tempo e outras paragens, com a vantagem de ter sido tudo ‘verdade’.

Um romance histórico é sempre uma viagem exterior (desaguamos noutra vida e noutra cultura) e uma viagem interior (que faríamos se estivessemos nas mesmas circunstâncias, quais seriam os nossos sentimentos e ações?).

E Pearç Buck ainda hoje nos traz este poder de evocação. Durante muito tempo, ela foi a principal ‘explicadora’ do mundo chinês aos ocidentais, partilhando dessa dualidade de cidadão americana criada na China. Nascida na Virgínia, Estados Unidos, em 1892, foi com os pais para a China aos 3 anos de idade, e estudou em Xangai até aos 15. Voltou aos Estados Unidos para estudar psicologia e depois regressou à China para tomar conta da mãe. Só voltaria aos Estados Unidos em 1934, e a partir daí o governo chinês nunca mais autorizou a sua entrada, acusando-a de ser ‘agente imperialista’.

Escreveu imenso, mais de 110 livros e várias novelas, e para muitos europeus e americanos seria o primeiro – e único – elo com a cultura chinesa. Falava da china ancestral e rural, do choque de culturas, de casais bi-raciais, da vida das mulheres. Amiga de Eleanor Roosevelt, defendeu os direitos femininos e a igualdade racial, e apesar de ter recebido o prémio Nobel em 1938 e de vender brutalmente, continuou vista como uma autora ‘exótica’ e inferior até que os tempos modernos, com o seu interesse pela ‘diversidade’, vieram recuperar e reler muito do seu trabalho. Ainda hoje, esta ‘Imperatriz’ vale bem os dias que passamos com ela, percebendo melhor aquilo que foi, durante quase meio século, a China imperial.

Imperatriz’ – Pearl S. Buck, D. Quixote, E22,90

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Jl 1399

Jl 1399

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

Pedro Cabrita Reis, 50 anos depois. Uma exposição para mergulhar no caos criativo do artista

Pedro Cabrita Reis, 50 anos depois. Uma exposição para mergulhar no caos criativo do artista

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Passatempo: ganha convites duplos para 'IF - Amigos Imaginários'

Passatempo: ganha convites duplos para 'IF - Amigos Imaginários'

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

“Ainda existe um problema de auto confiança das mulheres no mundo do trabalho”

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

Planeta continuou a aquecer em abril apesar da diminuição do El Niño

15 de maio: Dia Internacional da Família

15 de maio: Dia Internacional da Família

“Big Brother”: A reação de Catarina Miranda à chegada de Francisco Monteiro à gala

“Big Brother”: A reação de Catarina Miranda à chegada de Francisco Monteiro à gala

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

As elegantes escolhas de Mary da Dinamarca na visita à Noruega

As elegantes escolhas de Mary da Dinamarca na visita à Noruega

Ana Cristina Silva - Pensar como o Marquês de Pombal

Ana Cristina Silva - Pensar como o Marquês de Pombal

Blue Origin de Jeff Bezos volta ao Espaço após pausa de dois anos

Blue Origin de Jeff Bezos volta ao Espaço após pausa de dois anos

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

Microsoft tem de responder a Bruxelas sobre riscos da IA generativa no Bing

Microsoft tem de responder a Bruxelas sobre riscos da IA generativa no Bing

Cor e elegância marcam os

Cor e elegância marcam os "looks" do primeiro fim de semana de Cannes

14 ideias para fazer no Dia Internacional e Noite dos Museus

14 ideias para fazer no Dia Internacional e Noite dos Museus

"A Minha Família Afegã": Um filme de animação que nos traz histórias reais de universos distantes

Muito sal pode aumentar em mais de 40% a probabilidade de desenvolver cancro do estômago

Muito sal pode aumentar em mais de 40% a probabilidade de desenvolver cancro do estômago

"Possível queda de meteorito" em Castro Daire. Testemunhas relatam clarão no céu

O outono e a primavera dos jacarandás. Uma metáfora da Lusofonia

O outono e a primavera dos jacarandás. Uma metáfora da Lusofonia

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Google Pixel 8a: ‘Económico’ sem ser o parente pobre

Google Pixel 8a: ‘Económico’ sem ser o parente pobre

Galeria privada: como transformar as paredes

Galeria privada: como transformar as paredes

NÃO ME MAGOAS MAIS

NÃO ME MAGOAS MAIS

Tarifário da água no Algarve abaixo da média nacional é erro crasso -- ex-presidente da APA

Tarifário da água no Algarve abaixo da média nacional é erro crasso -- ex-presidente da APA

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Em “Senhora do Mar”: Joana expulsa Paula de vez da sua vida

Em “Senhora do Mar”: Joana expulsa Paula de vez da sua vida

Receita: “Molotof” por “chef” Sandra Pimenta

Receita: “Molotof” por “chef” Sandra Pimenta

Vida lá fora: já tem o seu chapéu de sol?

Vida lá fora: já tem o seu chapéu de sol?

Tâmara Castelo: divulgadas novas fotos do seu casamento

Tâmara Castelo: divulgadas novas fotos do seu casamento

Airbus apresenta um helicóptero, que também é avião

Airbus apresenta um helicóptero, que também é avião

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Ainda de ténis, Letizia aposta num visual em

Ainda de ténis, Letizia aposta num visual em "tweed" com calças largas

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

Tesla volta aos cortes e avança com nova ronda de despedimentos

Tesla volta aos cortes e avança com nova ronda de despedimentos

Em “Cacau”: Regina assume romance com Justino e volta para o Brasil

Em “Cacau”: Regina assume romance com Justino e volta para o Brasil

O poder da empatia na liderança e gestão de talento

O poder da empatia na liderança e gestão de talento

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

MAI apela à limpeza dos terrenos rurais

MAI apela à limpeza dos terrenos rurais

No dia do 6.º anversário, recorde os melhores momentos do romântico casamento de Meghan e Harry

No dia do 6.º anversário, recorde os melhores momentos do romântico casamento de Meghan e Harry

Tesla continua a dominar vendas de elétricos em Portugal

Tesla continua a dominar vendas de elétricos em Portugal

“Eh Lá Fora!”

“Eh Lá Fora!”

OMS atualiza lista de bactérias que ameaçam saúde humana por resistirem aos antibióticos

OMS atualiza lista de bactérias que ameaçam saúde humana por resistirem aos antibióticos

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites