Queridas mães,  

Hoje a mensagem é para vocês. 

Vamos fazer uma viagem ao passado, quando estavam com o vosso rebento na barriguinha? Convido-vos a refletir sobre como a vossa gravidez foi vivida e agora como vivem a maternidade. Às grávidas desse lado, muitos parabéns. Vamos refletir juntas?  

Será que a forma como vivemos a gravidez define a forma como vivemos a maternidade? Habitualmente SIM. 

Na gravidez já é possível perceber a forma como as mães irão viver a maternidade. Há uma série de perfis diferentes, desde as mães-ansiedade; às mães-que-comem-por-2; às mães-zen; mães-pedestal; mães-galinha; às mães-conscientes. 

Por favor, não levem estes “rótulos”, como um “apontar de dedo”. São apenas perfis traçados, no geral. O mote é ajudar-vos, sempre e o mais possível a viver mais e melhor os desafios que pode representar ser “MÃE”. 

Se a gravidez é vivida com bastante ansiedade de tudo, associada a um medo de perda enorme: “Será menino ou menina? Mal posso esperar para saber”; “Vou fazer as 12 semanas, é hora de começar a organizar o quarto do bebé”; “Doutor, estou muito ansiosa por saber como ele está? Está mesmo tudo bem?”; “Vou ver ao Google para perceber se está mesmo tudo normal e bem, tenho tanto medo”. 

É difícil para estas mães-ansiedade viverem este período de forma tranquila, estão quase sempre com muitas preocupações e compram antecipadamente tudo o que há do mundo do bebé para que nada lhes falte. Quando o bebé nasce, este tipo de mãe tem muita dificuldade em se desapegar do bebé, sentindo um medo terrível de o perder e da distância. Tem necessidade de controlar tudo o que está a acontecer com ele, sentindo-se muito exausta e ansiosa com a nova fase, em que as dúvidas e desafios ficam na cabeça a baralhar as ideias todas. 

As mães-que-comem-por-2, habitualmente vivem a gravidez com grande histerismo, mas um nervoso da responsabilidade escondido. É um “excitex” imenso estar grávida e isso acaba por desculpar aquilo que comemos. Não só as quantidades mas os conteúdos. “Estou grávida, eu posso”. Aliás, as próprias pessoas à nossa volta verbalizam este tipo de frases. 

Quando o bebé nasce, há então, muitas vezes, um choque de realidade enorme. Mães que se vêem fisicamente modificadas e a ter de lidar com os seus novos corpos, assim como a experienciar o que é ser “mãe”. Então, os conflitos interiores de autoestima e identidade aumentam e há uma tendência natural para estas mães se anularem e sentirem que o foco está no crescimento do seu filho. 

As mães mais relaxadas, são “mães-zen”, mães que têm a tendência a ser bastante positivas relativamente ao período que atravessam “vai correr tudo bem.”, “faltam duas semanas para o nascimento, tenho de começar a organizar a mala da maternidade”. Mães descontraídas aceitam a gravidez como uma parte do processo, sem grandes agitações ou preocupações. Estas mães normalmente adotam uma postura segura quando o bebé nasce. São tranquilas e acham sempre que vai correr tudo bem. 

“Mães-pedestal” é um perfil de mãe, muito comum nos dias de hoje. São mães que acreditam que estar grávida é um estado de graça tão grande que adotam uma postura de seres especiais. Gostam muito do protagonismo que os outros lhe dão e a importância que dão à sua gravidez. São mulheres que gostam de expor a barriga e se sentem quase literalmente “com o Rei na barriga”. Quando os bebés nascem, estas mães gostam de tirar fotografias, habitualmente os recém nascidos são vestidos de forma a dar nas vistas, algumas mães assim gostam de se vestir com a roupa igual a eles, por exemplo. Na maternidade poderão ser mães muito ligadas às aparências, mais do que ao interior das relações. 

Culturalmente, este é um termo muito utilizado, as “mães-galinha”, são conhecidas por serem super protectoras. Seja durante a gravidez, para que nada lhes aconteça. O medo que algo aconteça faz com que acabem por estarem sempre um passo atrás em tudo, precavendo os acontecimentos e os perigos vindos de todos os lados. Com o bebé nos braços, estas mães tendem a continuar a ser super protetoras o que as torna também muito ansiosas quando algum acontecimento ou momento sai do seu controlo. 

“Mães-conscientes” são preocupadas não só com o seu filho, mas com os outros. Gostam de estar informadas e refletem sobre questões profundas, procurando encontrar um equilíbrio sobre a razão e o coração. Têm plena noção que a gravidez faz parte e é uma viagem, assim como a vida. Que a vida dos filhos não lhe pertence. E que apesar de ter sido escolhida para os acompanhar na viagem da vida, consegue separar por forma a fazer o que é melhor para eles. É segura e acaba por evitar ir “na onda geral da sociedade”, porque reflete nas suas ações, para que tudo lhe faça sentido. 

A gravidez é vivida desta forma, tranquila, sem grandes ansiedades, com a noção do que está e pode acontecer. Estas mães tendem a ser muito descontraídas também e adoram ser mães. Foi uma decisão tomada sem falsas expectativas, onde o coração e a razão criam um sincronismo senão perfeito, muito perto disso. 

É nossa escolha a forma como vivemos a gravidez e a forma como decidimos viver a maternidade. Mesmo contra as “correntes” mais comuns, é muito importante parar e pensar “quem queremos ser “ e como pretendemos que esta experiência tão marcante na vida de uma mulher seja. Está nas nossas mãos. Está nas suas mãos a decisão.

Que tipo de mãe queres ser? 

Muitos milhares de beijinhos mães queridas,

Carolina Vale Quaresma

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

Novo Dacia Spring já pode ser encomendado em Portugal

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

Há mar e mar, há ser e há proclamar

Há mar e mar, há ser e há proclamar

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Desfile de famosos na festa Chopard em Cannes

Bordallo Pinheiro lança nova peça em colaboração com artista visual brasileira

Bordallo Pinheiro lança nova peça em colaboração com artista visual brasileira

Uma turma com muita poesia

Uma turma com muita poesia

Dança das cadeiras. Governo de Luís Montenegro corta com o passado na Administração Pública

Dança das cadeiras. Governo de Luís Montenegro corta com o passado na Administração Pública

Diana Chaves confessa que casamento de Elisabete e Francisco foi

Diana Chaves confessa que casamento de Elisabete e Francisco foi "constrangedor"

Novas regras nas transferências bancárias: O que mudou

Novas regras nas transferências bancárias: O que mudou

Seis novos brunches que tem de provar no Porto

Seis novos brunches que tem de provar no Porto

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Flashbacks e outras visões de futuro no novo projeto do agrupamento Sete Lágrimas

Brad Pitt

Brad Pitt "rouba" castelo de Miraval a Angelina Jolie

As imagens da lua de mel de Inês e Paulo de “Casados à Primeira Vista”

As imagens da lua de mel de Inês e Paulo de “Casados à Primeira Vista”

Celebridades assistem à gala da amfAR, em Cannes

Celebridades assistem à gala da amfAR, em Cannes

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Apoio à habitação, um terço do IRS: As medidas aprovadas pelo Conselho de Ministros para os jovens

Apoio à habitação, um terço do IRS: As medidas aprovadas pelo Conselho de Ministros para os jovens

Beatrice Borromeo e Pierre Casiraghi, os príncipes de Cannes

Beatrice Borromeo e Pierre Casiraghi, os príncipes de Cannes

The Largo, no Porto: Uma casa na cidade

The Largo, no Porto: Uma casa na cidade

Instalação de carregadores em condomínios: Respostas às dúvidas sobre a legislação

Instalação de carregadores em condomínios: Respostas às dúvidas sobre a legislação

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Vencedores e vencidos do 25 de Abril na VISÃO História

Humor e irreverência em iluminação

Humor e irreverência em iluminação

Cupra Born VZ: 0 aos 100 km/h em 5,6 segundos

Cupra Born VZ: 0 aos 100 km/h em 5,6 segundos

A diversidade e a necessidade de “rebentar a bolha”

A diversidade e a necessidade de “rebentar a bolha”

São estes os concorrentes de

São estes os concorrentes de "Congela" o novo concurso da TVI

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

Cientistas identificam proteínas que podem ser sinal de desenvolvimento de cancro sete anos antes do diagnóstico

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

20% das mortes por anafilaxia devem-se a picadas de insetos

20% das mortes por anafilaxia devem-se a picadas de insetos

Xiaomi 14 Ultra: arrumámos a câmara fotográfica

Xiaomi 14 Ultra: arrumámos a câmara fotográfica

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Em Cannes também

Em Cannes também "desfilou" o amor

Meo lança serviço sustentável de telecomunicações e energia

Meo lança serviço sustentável de telecomunicações e energia

Em Paris, um apartamento haussmaniano com paleta contemporânea

Em Paris, um apartamento haussmaniano com paleta contemporânea

Auditoras falharam a identificar 75% dos colapsos de empresas

Auditoras falharam a identificar 75% dos colapsos de empresas

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

Narrativas estrambólicas e contos que nos fazem pensar

Óculos de sol: 35 modelos para usar agora e sempre

Óculos de sol: 35 modelos para usar agora e sempre

Quem é que estava na entrada e autorizou a menina a sair?

Quem é que estava na entrada e autorizou a menina a sair?

Taylor Swift em Lisboa: 3 horas de concerto, 44 canções  16

Taylor Swift em Lisboa: 3 horas de concerto, 44 canções 16 "looks" em palco

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

VOLT Live: O estudo que prova que os 100% elétricos são a opção mais económica para as empresas

Jl 1399

Jl 1399

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites