Como vos contei há uns tempos, ganhei uma certa rotina de treino durante a quarentena. Disse-vos, também, que já regressei ao ginásio. Contudo, como a maioria das pessoas (creio), sinto alguma dificuldade em treinar antes do trabalho. Isto porque me falta a motivação para largar o meu colchão uma hora mais cedo.

Quando morava em Lisboa, costumava fazer a minha caminhada matinal até ao ginásio e ia treinar bastante cedo. Sempre adorei! Para mim, as manhãs sempre foram mais produtivas do que os finais de dia. Contudo, com algumas mudanças de rotina, foi-me sendo difícil acordar mais cedo e as idas ao ginásio foram ficando para o pós-trabalho.

Esta semana, decidi dedicar cerca de meia hora ao exercício físico logo após acordar, para ver que diferenças notava no meu dia. Porém, em vez de ir ao ginásio, optei por fazê-lo em casa para não atrasar trabalho. Não vou mentir e dizer que foi facílimo acordar antes do habitual – deixei o despertador tocar quase meia hora – e admito que, quando pus os pés fora da cama, quase me arrependi.

Estava tão cansada que tudo o que me apetecia era voltar para debaixo dos lençóis e não ir transpirar em frente da televisão. Mas fui – e só tenho a agradecer a esta rubrica semanal por isso. Caso contrário, talvez não tivesse tido motivação para tal. Pode-se dizer que tive #cartabranca para ser uma pessoa mais saudável.

Bom, procurei um treino intenso e fiz 15 minutos de cardio que me deixaram de rastos. Depois, encontrei um vídeo de exercícios menos “pesados” e complementei o primeiro treino com outros 15 minutos, mas mais calmos. Posso dizer-vos que, assim que comecei a transpirar, o cansaço com que me tinha levantado já era. Senti-me desperta e cheia de energia.

Passada esta meia hora – que voou -, fui tomar banho. E que diferença! Nada paga o cansaço (bom) depois de um treino, complementado com um duche. Vesti-me e sentei-me à frente do computador com o meu pequeno-almoço. As principais mudanças? O primeiro impacto foi sentir bastante mais fome que o habitual. Isto porque decidi não comer nada antes do treino, apenas fui bebendo água.

Depois, senti-me mais atenta e produtiva. O facto de ter feito exercício, tomado banho e vestido algo que não um pijama ou fato de treino fizeram toda a diferença. Não posso falar por todas as pessoas, obviamente, mas, pela minha experiência, gastar energia logo pela manhã acaba por me deixar sempre com muito mais energia ao longo do dia.

Acima de tudo isto, sinto-me, sem dúvida, mais alegre. As pequenas tarefas, sejam profissionais ou domésticas, ganham outra leveza. No fundo, sinto-me mais “capaz” ao longo do dia, sempre que as minhas manhãs são movimentadas. E não podia fazer nada senão aconselhar-vos a dar (ou voltar a dar) uma chance a esta rotina.

A que horas costumam treinar e quando se sentem mais produtivas? Contem-nos as vossas experiências nas redes sociais. Identifiquem a ACTIVA e utilizem a hashtag #cartabranca. Até para a semana e bons treinos!

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Rui Cardoso Martins: “Este livro reflete uma grande convicção de que a vida triunfa”

Rui Cardoso Martins: “Este livro reflete uma grande convicção de que a vida triunfa”

Seis estratégias essenciais de Literacia Financeira Digital para proteger as finanças da sua família

Seis estratégias essenciais de Literacia Financeira Digital para proteger as finanças da sua família

Aproveite a vida ao ar livre: piqueniques

Aproveite a vida ao ar livre: piqueniques

VOLT Live: Musk chegou a Portugal de jato privado, mas nós voámos de elétrico

VOLT Live: Musk chegou a Portugal de jato privado, mas nós voámos de elétrico

'Táxi' voador movido a hidrogénio percorre mais de 800 quilómetros em voo de teste

'Táxi' voador movido a hidrogénio percorre mais de 800 quilómetros em voo de teste

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

"Um Domingo Interminável": Um olhar sobre o submundo de Roma no formato de um filme aventuroso e trágico

Camille Gottlieb com Alberto e Charlene do Mónaco no baile da Cruz Vermelha

Camille Gottlieb com Alberto e Charlene do Mónaco no baile da Cruz Vermelha

Tribunal chumbou providência cautelar da Câmara de Montalegre que tentava travar mina de lítio

Tribunal chumbou providência cautelar da Câmara de Montalegre que tentava travar mina de lítio

Drone solar mais pequeno do mundo levanta voo

Drone solar mais pequeno do mundo levanta voo

A Espiritualidade: Luz vs Trevas

A Espiritualidade: Luz vs Trevas

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

Eduardo antes de ser Lourenço

Eduardo antes de ser Lourenço

Animais que nos fazem rir!

Animais que nos fazem rir!

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

Os alfaiates de violinos

Os alfaiates de violinos

Conheça a nova flagship store da Molteni&C em Lisboa

Conheça a nova flagship store da Molteni&C em Lisboa

'Táxi' voador movido a hidrogénio percorre mais de 800 quilómetros em voo de teste

'Táxi' voador movido a hidrogénio percorre mais de 800 quilómetros em voo de teste

Depois dos Magnum, Unilever diz adeus às pessoas

Depois dos Magnum, Unilever diz adeus às pessoas

Recanto para viver ao ar livre

Recanto para viver ao ar livre

IA ajuda a prever a evolução de incêndios florestais com maior precisão

IA ajuda a prever a evolução de incêndios florestais com maior precisão

O caminho para o inferno está cheio de paletas de artistas!

O caminho para o inferno está cheio de paletas de artistas!

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

Os detalhes e inspirações do vestido de noiva de Isabela Valadeiro

Os detalhes e inspirações do vestido de noiva de Isabela Valadeiro

Batalha do Vimeiro: Mergulhar na história das invasões francesas na Lourinhã

Batalha do Vimeiro: Mergulhar na história das invasões francesas na Lourinhã

Quando os médicos têm dúvidas

Quando os médicos têm dúvidas

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Letizia, Leonor e Sofia, três

Letizia, Leonor e Sofia, três "looks" bem distintos

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

As novas fotos do espetacular casamento de Sara Salgado e Diogo Pereira Coutinho

As novas fotos do espetacular casamento de Sara Salgado e Diogo Pereira Coutinho

Família Aveiro reunida para casamento especial

Família Aveiro reunida para casamento especial

Princesa Charlene do Mónaco, uma apaixonada por

Princesa Charlene do Mónaco, uma apaixonada por "jumpsuits"

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Play Store: Google prepara-se para nova ‘limpeza’ e vai encerrar apps que não cumpram requisitos mínimos

Play Store: Google prepara-se para nova ‘limpeza’ e vai encerrar apps que não cumpram requisitos mínimos

O visual roqueiro de Vanessa Oliveira no NOS Alive

O visual roqueiro de Vanessa Oliveira no NOS Alive

"O modo como tratamos o lugar onde vivemos é horrível – e bastante estúpida. Como é que alguém pode pensar que viver de maneiras que encurtam as nossas vidas é uma boa ideia?"

As subidas dos preços das casas explicadas em cinco gráficos

As subidas dos preços das casas explicadas em cinco gráficos

Cacau diz a Tiago que Marquinho é seu filho:

Cacau diz a Tiago que Marquinho é seu filho: "Agora somos uma família"

10 animais que resistem ao calor

10 animais que resistem ao calor

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

Medicamentos com semaglutido, como o Ozempic, que se popularizou para a perda de peso, associados a novo efeito secundário grave

Medicamentos com semaglutido, como o Ozempic, que se popularizou para a perda de peso, associados a novo efeito secundário grave

Sebastião da Gama - Carne e espírito na Arrábida

Sebastião da Gama - Carne e espírito na Arrábida

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites