Pode parecer estranho, mas falo do Natal desde finais de outubro, data em que os hipermercados começaram a disponibilizar bolo-rei para venda e muitas pastelarias acharam oportuno vender sonhos, rabanadas, azevias e demais fritos natalícios.

Na consulta, o tema é recorrente, quer nos pedidos de receitas (mais) “saudáveis”, quer no aconselhamento de estratégias a adoptar na quadra festiva, supostamente, mais problemática do ano.

Tenho repetido consecutivamente a seguinte frase: O Natal celebra-se nos dias 24 e 25 de dezembro. Não é Natal em outubro, nem em novembro, nem nas primeiras semanas de dezembro, e aqui reside o cerne da questão. O Natal não é problemático mesmo com os excessos em açúcar e gordura naturais desta quadra. Nem a semana que antecede o Natal ou a festa de Reveillon. Esta ingestão farta dificilmente criará problemas a adultos saudáveis e activos que se alimentem de forma equilibrada durante o ano e pontualmente se permitam a excessos. Até para quem está acima do peso, estes dois dias não têm o impacto que lhes é erradamente atribuído. O problema são os outros 363 dias do ano em que há um desequilíbrio energético e a ingestão calórica supera as necessidades diárias. De forma muito simplista, engordamos porque comemos mais calorias do que o necessário para a altura, idade, sexo e actividade física.

É no entanto necessário dizer, que apesar de o Natal em si não problemático, os eventos que o antecedem e toda a oferta comercial existente dificulta muitíssimo o processo de gestão do peso. Como disse no início deste artigo, os doces associados a esta quadra começam a ser comercializados cada vez mais cedo. À disponibilização precoce de chocolates e restantes doces natalícios, junta-se uma lista interminável de eventos com lanches/jantares associados no mês de dezembro: jantar de Natal da empresa, do ginásio, do grupo de voluntariado, do grupo de amigos, o lanche da creche, da paróquia, etc. O adensamento de eventos potenciadores de excessos deve ser muito ponderado. As estratégias deverão ser individualizadas pois dependem das particularidades de cada pessoa. Muitas preferem selecionar um ou dois eventos e comer sem restrições. Outras comparecerão a todos e serão muito disciplinadas em cada um. Há ainda as que esquecem qualquer restrição no mês de dezembro sem que isso seja um problema nos meses seguintes.

Claro que quem já tem excesso de peso/obesidade, diabetes, dislipidemia ou outra patologia crónica deverá fazer mais restrições de modo a não piorar a sua condição. Não menosprezando jamais a componente social da alimentação que abordo adiante, cada um deverá em consciência fazer as suas escolhas segundo as suas necessidades e prioridades.

Se desejar minimizar o impacto dos múltiplos jantares de Natal, as estratégias são muito semelhantes às descritas num artigo já publicado (Diz quem sabe: Como comer de forma saudável fora de casa), mas resumem-se a comer sopa e salada/legumes em porção generosa, moderar entradas, principalmente o pão, eventualmente cortar outras fontes hidratos de carbono (ou não!) e abdicar de uma sobremesa doce. Prefira água ou um sumo natural em detrimento de refrigerantes ou bebidas alcoólicas e escolha se possível algo com pouca gordura, embora neste tipo de jantares o menu esteja já definido.

Quanto à ceia de Natal, se desejar fazer restrições as estratégias são muito semelhantes. Quando me são pedidas receitas (mais) “saudáveis” para esta data, confesso não ter muitas soluções! Por norma, os pratos tradicionais de Natal têm um teor elevadíssimo de azeite e alterar a receita pode não ser viável. O melhor e mais saudável prato natalício é sem dúvida o tradicional “Bacalhau cozido com todos”. Moderando a quantidade de azeite adicionada no prato, doseando correctamente a batata/grão e com hortícolas em porção generosa, terá a mais saudável ceia de Natal possível! Ou não! Ou cozinhe aquele prato de bacalhau que leva muito mais azeite mas que confecciona apenas 1 vez por ano. Não há uma estratégia totalmente certa ou errada!

O mesmo é aplicável aos doces natalícios. A alteração de receitas tradicionais é também inviável na maioria dos casos, por isso evite doces nas semanas anteriores e nos dias 24 e 25 coma aquela rabanada feita por uma avó ou tia que é deliciosa e evoca as suas memórias mais queridas. Não obstante, a fruta poderá coexistir abundantemente na sua mesa.

Ser moderado, nesta e em qualquer ocasião, não é mais do que comer conscientemente e fazendo escolhas. Se já comeu uma fatia de bolo-rei, não precisa comer a segunda. Se já comeu polvo, não coma bacalhau (ou coma metade de cada). Se bebeu 2 copos de vinho, não beba o terceiro. Há inúmeras estratégias que pode adoptar se desejar minimizar o impacto dos excesso natalícios, sem fazer “dieta” ou grandes restrições.

A componente familiar e social da alimentação não só é desejável, como é potenciadora de momentos maravilhosos. Somos mais felizes à mesa junto das pessoas que nos são queridas, a comida une-nos num momento de prazer que gravamos como uma doce memória. Em grande parte, toda a magia do Natal reside nesta união familiar em torno da mesa e de uma refeição. E é por isso que este momento tão caro e único é a data em que nos permitimos a excessos que não devem constar do nosso quotidiano. Guarde-se efetivamente para o Natal, seja selectivo nos eventos que o precedem e muito moderado na ingestão dos “pecados” espalhados por toda a parte. Dia 24 e 25 de dezembro faça escolhas mas coma, viva e seja muito feliz junto de quem ama.

Feliz Natal! Próspero 2020!

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

10 benefícios da cerveja, segundo a ciência

10 benefícios da cerveja, segundo a ciência

Aproveite a vida ao ar livre

Aproveite a vida ao ar livre

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

"O que é verdadeiramente desafiante é as marcas saberem o que leva as pessoas às lojas e o que funciona online". Leah Johns em entrevista

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Ronaldo compra participação na Vista Alegre e vai levar a marca para a Ásia

Ronaldo compra participação na Vista Alegre e vai levar a marca para a Ásia

A receita do bolo que Cristina Ferreira fez para o namorado - E o hábito que o tira do sério!

A receita do bolo que Cristina Ferreira fez para o namorado - E o hábito que o tira do sério!

CMB: o mundo dos vinhos conquistou o México e agora ruma à China

CMB: o mundo dos vinhos conquistou o México e agora ruma à China

Vídeo: Um encontro com Alice Vieira, a 'contadora de histórias'

Vídeo: Um encontro com Alice Vieira, a 'contadora de histórias'

Os looks dos famosos no primeiro dia de “Rock in Rio Lisboa 2024”

Os looks dos famosos no primeiro dia de “Rock in Rio Lisboa 2024”

Os planos da Stellantis para criar um ecossistema de software para os carros

Os planos da Stellantis para criar um ecossistema de software para os carros

Comer em Lisboa: restaurante Kabuki

Comer em Lisboa: restaurante Kabuki

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Vídeo: Uma conversa sobre eleições com Rita Canas Mendes

Vídeo: Uma conversa sobre eleições com Rita Canas Mendes

SIC obrigada a apagar imagens de Daniel e Sónia em “Casados à Primeira Vista”

SIC obrigada a apagar imagens de Daniel e Sónia em “Casados à Primeira Vista”

Sonos Ace em teste: Qualidade e conforto premium

Sonos Ace em teste: Qualidade e conforto premium

Alpine A290: elétrico, tecnológico… e endiabrado

Alpine A290: elétrico, tecnológico… e endiabrado

20 anos depois, o que há de novo no Rock in Rio Lisboa

20 anos depois, o que há de novo no Rock in Rio Lisboa

Moda: 20 cestas para usar no dia a dia

Moda: 20 cestas para usar no dia a dia

Vídeo: Vê aqui o espetáculo de 'Miúdos a Votos' 2024

Vídeo: Vê aqui o espetáculo de 'Miúdos a Votos' 2024

Casimiro de Brito - Entre o caos e o canto

Casimiro de Brito - Entre o caos e o canto

Requintado jantar assinala inauguração da nova exposição de Joana Vasconcelos na Boutique Dior, em Lisboa

Requintado jantar assinala inauguração da nova exposição de Joana Vasconcelos na Boutique Dior, em Lisboa

Keto: os riscos (que podem ser graves) da dieta da moda

Keto: os riscos (que podem ser graves) da dieta da moda

Exame Informática nº 347, junho

Exame Informática nº 347, junho

Zona: Três mitos sobre esta doença que pode ser incapacitante

Zona: Três mitos sobre esta doença que pode ser incapacitante

Os melhores momentos do Trooping the Colour, marcado pelo regresso de Kate

Os melhores momentos do Trooping the Colour, marcado pelo regresso de Kate

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

O regresso de “House of the Dragon”: Nesta guerra de homens primários, quem lidera são as mulheres

O regresso de “House of the Dragon”: Nesta guerra de homens primários, quem lidera são as mulheres

Georgina Rodríguez em Fátima com os filhos e CR7 no pensamento

Georgina Rodríguez em Fátima com os filhos e CR7 no pensamento

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

Como ler um jornal

Como ler um jornal

Veja aqui as melhores imagens da conferência

Veja aqui as melhores imagens da conferência "Empresas: Nascer & Crescer 2024"

Princesa Charlene cada vez mais comprometida com a sua grande missão

Princesa Charlene cada vez mais comprometida com a sua grande missão

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

Explosão solar 'acende' auroras impressionantes em Marte

Explosão solar 'acende' auroras impressionantes em Marte

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Portugal faz bem: conheça a cerâmica de autor assinada pela Malga

Portugal faz bem: conheça a cerâmica de autor assinada pela Malga

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

19 sítios para ver os jogos do Euro 2024 (e torcer pela Seleção Nacional)

19 sítios para ver os jogos do Euro 2024 (e torcer pela Seleção Nacional)

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

Contracetivo masculino em gel com bons resultados nos ensaios clínicos

Contracetivo masculino em gel com bons resultados nos ensaios clínicos

Desfile de celebridades na apresentação da coleção Cruise da Dior

Desfile de celebridades na apresentação da coleção Cruise da Dior

Os 500 anos de Camões

Os 500 anos de Camões

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites